Dinei marcou o gol mais rápido e o milésimo gol do Vitória no Brasileirão

Dinei também marcou o gol mil do Vitória em Campeonato Brasileiro

Foto: Felipe Oliveira/Divulgação/EC Vitória

Hoje, no terceiro episódio do “JOGANDO AONDE”, iremos atualizar o torcedor rubro-negro, onde está mais um atleta que já atuou pelo Esporte Clube Vitória. É hora de saber onde está o atacante Dinei. Sua primeira passagem no Vitória foi em 2008, e logo saiu para atuar no Celta de Vigo, da Espanha. Em 2012 voltou ao Vitória, depois de atuar no Palmeiras, quando ficou no Rubro-negro até 2014. No Vitória, o atacante soma 131 jogos e marcou 48 gols.

 

Dinei foi responsável pelo gol mais rápido do Vitória no Brasileirão, e o segundo mais rápido da competição. O feito aconteceu em 2008, no confronto diante da Portuguesa, no Canindé. Na ocasião, o Rubro-negro venceu por 2×0. O atacante balançou a rede da Portuguesa aos nove segundos do primeiro tempo. Por um segundo, não foi o gol mais rápido de todos os Campeonatos Brasileiros. Em 1989, Nivaldo, do Náutico, marcou aos oito segundos na vitória de 3 a 2 sobre o Atlético-MG. Outro feito de Dinei foi marcar o gol de número mil do Vitória no Brasileirão. O feito aconteceu pelo certame nacional diante do Criciúma, no Heriberto Hulse, o Leão buscou o empate em 1×1, na rodada que o Vitória foi à sexta colocação do nacional.

O ex-atacante do Vitória defende atualmente a equipe do Água Santa, onde disputa o Paulistão. O atleta atuou em 8 jogos, e ainda não balançou as redes. Antes de retornar ao Brasil, estava no futebol japonês, onde ficou três temporadas. O atleta passou por Kashima Antlers, Shonan Bellmare, Vontforet Kofu e Matsumoto Yamaga.

2007 | Athletico/PR
20 JGS | 3 gols

2008 | Vitória
14 JGS | 8 gols

2009 | Celta de Vigo
37 JGS | 11 gols

2010-2011 | Palmeiras
34 JGS | 3 gols

2012-2014 | Vitória
76 JGS | 35 gols

2015 | Kashima Antlers
13 JGS | 2 gols

2016-2017 | Shonan Bellmare
45 JGS | 16 gols

2018 | Vontforet Kofu – Matsumoto
16 JGS | 2 gols

Yago Andrade, criador da página “Vamos Negô

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*