Se houver, Copa do Nordeste será disputada junto com o Campeonato Brasileiro

Copa do Nordeste foi paralisada na penúltima rodada da primeira fase

Foto: Felipe Oliveira / EC Bahia

A grande notícia sobre o futebol neste cenário seria a divulgação da data do retorno do calendário que foi paralisado em 15 de março oficialmente, ainda que antes disso, tivemos alguns poucos jogos sem público. No entanto, o momento é de pura incerteza, existindo sérias possibilidades do cancelamento total de toda a temporada, aliás, como aconteceu em importantes torneios da Europa. No entanto, existe o DINHEIRO e muito dinheiro envolvidos entre cemitério, velas e caixões pelo Brasil afora. Por isto algum clube sob alegação de honrar compromissos com patrocinadores pressionam para o retorno de qualquer jeito de portões fechado.

 

O que agrava a situação é o balaio de competições no calendário nacional, estaduais, Copa do Nordeste, Copa do Brasil, Campeonatos Brasileiros em quatro divisões, as Copas Sul-Americana e Libertadores umas por cima das outras e agora com a redução das datas o quadro se encaixotou ainda mais.

O marimbondo Campeonato Baiano parou faltando apenas duas rodadas da fase de classificação, este honestamente poderia ser cancelado que ninguém notaria assim como não notou quando ele começou e como se transcorreu. Já a Copa do Brasil, restou apenas o Esporte Clube Vitória que enfrentaria o Ceará. Como são jogos de meia de semana haveria de entrar um espaço reduzindo prazo entre os jogos.

A Copa do Nordeste parou na última rodada da primeira fase e estava prestes a começar sua fase de jogos eliminatórios. Neste torneio até se cogitou , entre as equipes, uma ideia de concluir a competição em sede única, absurdamente em Recife onde se tem 9 mil pessoas contaminadas pelo vírus e 700 mortes (oficialmente) mas a proposta foi rejeitada e nas reuniões entre clubes e CBF e torneio o pauta foi tirado de pauta.

“As reuniões são entre os clubes da Série A e a CBF, geralmente, e como a competição só interessa a Ceará, Fortaleza, Bahia e Sport, a gente não fala sobre ela lá”, disse Robinson de Castro, do Ceará em recente entrevista para imprensa de Fortaleza. “Acredito que a Copa do Nordeste vai ser encaixada dentro do Brasileiro, porque acredito que as competições mais distantes de retornar são as continentais”.

A Copa do Nordeste precisa de mais cinco datas, em tese, para ser concluída. A ideia da CBF, inicialmente, seria encerrar todas as competições (com exceção da Copa do Brasil) antes de iniciar o Campeonato Brasileiro, mas o calendário aperta a cada semana e as incertezas aumentaram.

A Copa do Nordeste foi paralisada na penúltima rodada da primeira fase. Líderes do Grupo A, Bahia e Fortaleza são os únicos já garantidos de forma antecipada nas quartas de final. Botafogo-PB aparece na 3ª posição com 12 pontos e precisa de um ponto para se classificar. Quem fecha o G-4 é o ABC. CRB, com 8 pontos na 6ª colocação, tem chances remotas. Freipaulistano e River-PI já deram adeus. No Grupo B, ninguém ainda garantiu classificação ainda, porém, Confiança e Vitória estão com vaga encaminhada, precisando de um simples empate na última rodada. O Leão terá como adversário na 8ª rodada o Botafogo-PB, em João Pessoa, na Paraíba. Náutico e Ceará, ambos com 11 pontos, precisam vencer, afinal, o Santa Cruz aparece logo abaixo no 5º lugar com 10 pontos. Imperatriz, América-RN e CSA já estão eliminados.

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*