Destaque com Luxa no Palmeiras, Zé Rafael mira chance na Seleção

Zé Rafael chegou ao Palmeiras após se destacar com a camisa do Bahia

Zé Rafael, do Palmeiras Folhapress/Folhapress

O Palmeiras terminou 2019 em crise, não somente dentro de campo com os resultados decepcionantes e nenhum título conquistado, mas também fora dele com problemas financeiros recorrentes da dívida que acumulou pegando dinheiro emprestado da Crefisa para contratar jogadores, sendo que a maioria deles não vingaram, casos de Borja, Guerra, entre outros, culminando com a demissão do diretor de futebol Alexandre Mattos. Em 2020, o clube mudou sua filosofia de trabalho e passou a contratar pouco, ou diria, pontualmente. Além disso, apostou no renomado técnico Vanderlei Luxemburgo que ainda busca se reinventar. Com ele, o time mostrou um bom futebol nos primeiros jogos do ano. Em 12 partidas, foram 7 triunfos, 4 empates e apenas 1 derrota.

 

Um dos destaques da equipe de Vanderlei Luxemburgo é o meia Zé Rafael, ex-Bahia. O jogador, que na última temporada vinha atuando como meia, virou volante com Luxa e vem tendo ótimas atuações, inclusive, sendo muito elogiado não somente pelo treinador, como por toda imprensa, pela versatilidade em campo. Em 2020, já foram 12 jogos e um gol marcado. Em entrevista ao canal SPORTV, o destaque analisou a nova função: “É tudo muito novo. Foi inserido esse ano com o professor Luxemburgo, e acabou dando certo. Consigo sair com a bola mais de frente, chegar de frente para o gol. Me sinto bem e espero evoluir ao longo do ano”, disse Zé.

Com o bom desempenho, Zé Rafael acredita que se continuar evoluindo, pode conseguir uma chance na Seleção Brasileira: “Acredito que, com o tempo, se eu continuar desempenhando um bom trabalho no Palmeiras, vai me dar condição de chegar à seleção”, completou.

Em meio à pandemia de Coronavírus, o volante admitiu que os treinamentos em casa são diferentes da normalidade: “A gente faz o que pode. É totalmente diferente do nosso habitual. Treinamos em casa, em espaço reduzido, de tênis… A gente tenta ganhar o que pode, mas está muito distante do que realmente estamos acostumados a fazer”, finalizou.

Após duas boas temporadas com a camisa do Esporte Clube Bahia, o Palmeiras desembolsou R$ 17,5 milhões por Zé Rafael (14,5 milhões ao Bahia e 3 mi ao Coritiba) por 100% dos direitos do jogador que pertencia ao Bahia (70%) e Coritiba (30%). O meia de 26 anos chegou ao Esquadrão em 2017. Na primeira temporada, atuou 60 jogos e marcou 5 gols. Em 2018, foram 68 partidas e 13 bolas nas redes. Ao todo, foram 128 jogos e 18 gols marcados. Participou de forma decisiva dos títulos da Copa do Nordeste de 2017 e do Campeonato Baiano de 2018.No Verdão, viveu altos e baixos. Na primeira temporada pelo alviverde, jogou 38 vezes e anotou 7 gols. Em 2020, se reinventou com Vanderlei Luxemburgo e vinha sendo a grande sensação atuando como segundo volante. Foram 12 jogos e 1 gol marcado antes da paralisação.

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*