Presidente do Bahia revela que abriu mão do salário durante pandemia

Salário de atletas, comissão técnica e diretoria foi reduzido em 25%

Foto: Tácio Moreira/Metropress

Em entrevista à Rádio Metrópole nesta terça-feira (28), o presidente Guilherme Bellintani confirmou que o Esporte Clube Bahia reduziu em 25% o salário de jogadores, comissão técnica e diretoria, visando a redução de gastos devido a pandemia do novo coronavírus (Covid-19). Segundo o mandatário, o clube vai voltar a pagar o salário integral quando os jogos voltarem, algo ainda sem previsão. Bellintani já havia adiantado que existia um acordo encaminhado para redução dos vencimentos e reiterou que os atletas entenderam a decisão.

 

“Os atletas, comissão técnica e diretoria tiveram salário reduzido em 25%, já fechamos esse acordo com eles, que foram muito parceiros do clube a gente entendeu que era o momento de cada um fazer suas concessões, os atletas também entenderam isso, e a gente só vai voltar a pagar o salário integral quando os jogos voltarem”, afirmou Bellintani.

Bellintani disse ainda que abriu mão de receber o seu salário durante o período da pandemia, priorizando o pagamento dos funcionários. “Eu não só tive meu salário reduzido como não receberei meu salário porque entendo que a prioridade é pagar o salário dos funcionários do clube, dos atletas e obrigações básicas do Bahia. Eu não receberei o salário até o fim da pandemia”, concluiu.

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*