Daniel Alves: ‘Não seria uma má ideia terminar a carreira no Boca Juniors’

Daniel Alves tem contrato com o São Paulo até o final de 2022

Foto: MAURO HORITA/ESTADÃO CONTEÚDO

Aos 36 anos, o lateral-meia Daniel Alves não pensa em pendurar as chuteiras após o fim do contrato com o São Paulo, que se encerra no final da temporada 2022. Durante live nessa semana, o jogador disse que não seria uma má ideia encerrar a carreira no Boca Juniors. O baiano de Juazeiro revelou ter admiração pela equipe argentina. Daniel Alves chegou ao São Paulo após o fim do vínculo com o PSG, no meio do ano passado. Em 2019, entrou em campo 20 vezes e marcou 2 gols, jogando como meia e vestindo a camisa 10. Esse ano, antes da paralisação, foram 5 gols marcados em 20 partidas.

 

“A verdade é que não seria uma má ideia terminar a carreira no Boca Juniors. As pessoas sabem do carinho que tenho pelo Boca Juniors. Não é porque as pessoas sempre disseram que o Boca é grande. O Boca sempre me despertou algo diferente. Têm algumas situações que te identificam com eles [argentinos], foi o mesmo de quando fui para o Barcelona”, disse o jogador.

Revelado no Bahia, Daniel Alves passou mais de 16 anos jogando, acumulando passagem por Sevilla, Barcelona, Juventus e PSG. Foi eleito o melhor jogador da última Copa América. A conquista do torneio de seleções pelo Brasil, no Maracanã, foi o 40º título da carreira do lateral, sendo campeão, em média, mais de duas vezes por ano. Daniel Alves é o jogador com mais títulos na carreira da história do futebol. Chego ao São Paulo para ajudar na condução do clube para voltar a conquistar títulos, já que o Tricolor Paulista não conquista um título desde 2012, quando venceu a Copa Sul-Americana.

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*