Apenas três clubes conquistaram a Copa do Nordeste de forma invicta

Sport-PE, Vitória e Ceará já levantaram a taça sem perder um jogo sequer

Apenas três clubes já conquistaram a Copa do Nordeste de forma invicta. Sport-PE, Vitória e Ceará são os únicos times que levantaram a taça da Copa do Nordeste sem perder uma única partida. O primeiro foi o Sport, em 1994. O time pernambucano somou quatro vitórias na primeira fase, uma nas quartas de final e dois empates nas fases seguintes (um na semifinal e outro na final). Nestes dois últimos jogos, o Leão de Pernambuco conseguiu o triunfo após duas vitórias nos pênaltis, contra Bahia e CRB, respectivamente. Em 2003, foi a vez do Esporte Clube Vitória levantar a taça sem perder nenhum jogo. O Rubro-Negro Baiano teve três vitórias e dois empates. Nessa edição do torneio, o Vitória entrou na disputa a partir das quartas de final, decidindo o troféu contra o Fluminense de Feira.

 

O último que alcançou esse feito foi o Ceará. No Nordestão 2015, a equipe cearense teve sete vitórias e cinco empates. O jogo decisivo da final contra o Esporte Clube Bahia aconteceu no dia 29 de abril de 2015 e terminou com triunfo cearense por 2 a 1 na Arena Castelão, com gols de Charles e Gilvan, enquanto Maxi Biancucchi anotou o tento tricolor. O Vozão tinha a vantagem de jogar pelo empate já que na partida de ida, venceu por 1 a 0 na Arena Fonte Nova, com gol de Ricardinho contando com um frangaço do goleiro Jean.

VITÓRIA CAMPEÃO INVICTO EM 2003

Copa do Nordeste 2003. Como diversos clubes da região se recusaram a participar dessa edição da Copa, o regulamento teve de ser moldado de forma que alguns times apenas entrassem no decorrer do certame. Assim, Vitória, CRB, CSA e Fluminense de Feira esperariam os vencedores dos primeiros confrontos para, então, poderem participar. O esquema seria em mata-mata. Nas primeira e segunda fases, teriam-se apenas jogos de ida e nas semifinais e final os jogos de volta seriam obrigatórios. Na final, em caso de empate no resultado agregado, seria declarado campeã a equipe com melhor campanha no certame.

O Esporte Clube Vitória entrou nas quartas de final e teve como primeiro adversário o Sergipe. Em jogo único, Leão goleou por 4 a 0 no Estádio Manoel Barradas e avançou à semifinal para enfrentar o América de Natal. Dessa vez foram dois jogos. O Rubro-Negro venceu por 3 a 2 na ida e 1 a 0 na volta, placar agregado de 4 a 2, se classificando para final. Na outra semifinal, o Fluminense de Feira derrotou o ABC (2 x 1 fora e 1 x 0 em casa). No primeiro jogo da decisão, dia 15 de março de 2003, empate por 1 a 1 no Joia da Princesa, em Feira de Santana. Jean Michel fez para o Flu, enquanto Nadson, o Nadgol, anotou para o Leão. Na partida de volta, o Vitória jogava por um empate para ser campeão e ficou no 0 a 0, no Barradão.

 

 

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*