Coronavírus: Libertadores suspensa. Calendário Brasileiro segue normalmente

A pandemia do Coronavírus que já matou cerca de 4 mil pessoas em diversas parte do planeta vem afetando indistintamente quase todos os segmentos do esporte, especialmente aqueles onde reúnem públicos expressivos, e promete ampliar esse horizonte tenebroso, já que as notícias não são nada animadoras. Nos últimos dias tivemos estádios sem torcedores, atletas famosos infectados e notícias sobre adiamentos ou cancelamentos de torneios de diversas modalidades tomaram conta do noticiário esportivo.

 

O GP da Austrália que abriria o calendário da Formula 1 na cidade de Melbourne, por exemplo, foi simplesmente cancelado pelos organizadores. Ainda não há informações sobre uma possível nova data para a prova ao longo do ano. De acordo com a FIA, os torcedores que compraram ingressos serão reembolsados, evidentemente. O GP na China já havia sido transferido.

Jogos de grandes das Ligas da Europa e da América do Sul foram realizados de portões fechados, outros apenas adiados como o Campeonato Espanhol de Futebol. A Itália, país mais atingido pelo vírus, foi além quando optou por uma medida mais drástica e suspendeu todas as competições nacionais, incluindo a Série A, até o dia 3 de abril. A França anunciou portões fechados até o dia 15 de abril nas duas principais divisões. Portugal também anunciou a suspensão do público nos estádios por tempo indeterminado, assim como cinco países sul-americanos: Argentina, Chile, Colômbia, Equador e Paraguai.

A Conmebol foi na mesma linha e suspendeu por tempo indeterminado a disputa da Libertadores a partir da próxima semana, Ainda na noite desta sexta-feira (14) o jogo entre Racing e Alianza Lima será disputado com portões fechados por recomendação do governo argentino. O mesmo já ocorreu no jogo entre Olimpia e Defensa y Justicia, em Assunção.

No entanto, A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) garantiu o prosseguimento normal das competições brasileiras de futebol. Por meio do secretário geral Walter Feldman, a entidade alertou está acompanhando em tempo real as informações no território brasileiro sobre o novo vírus. O secretário ainda frisou que a não suspensão dos torneios é uma orientação no ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta. No Brasil, 77 casos foram confirmados. Três são na Bahia depois de 216 casos suspeitos.

O secretário geral da CBF ressaltou que a entidade não irá tomar medidas que possam causar pânico no Brasil. Se for necessário, o dirigente pontuou que todo o protocolo irá ser realizado da melhor maneira.

“Acreditamos que, na dimensão epidemiológica e tecnológica que o Ministério da Saúde tem por todo país, essa sintonia precisa ser estabelecida. Nenhuma medida na não do caos deve acontecer. Estaremos atentos para tomar as decisões necessárias. Neste momento, os campeonatos brasileiros continuam normalmente”

Deixe seu comentário

1 Trackback / Pingback

  1. Árbitro potiguar apita Vitória x River-PI no Barradão pela Copa do Nordeste

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*