Após reclamações de torcedores, Bahia cobra providências da Arena Fonte Nova

Clube divulgou uma nota lamentando os episódios

Foto: Erik Salles / Ag. BAPRESS / Divulgação

No último sábado, a Arena Fonte Nova recebeu quase 30 mil pessoas que foram ao estádio acompanhar a rodada dupla. No primeiro jogo do dia, o time principal do Bahia venceu o Confiança por 1 a 0, pela sexta rodada da Copa do Nordeste. Na sequência, a equipe de transição empatou sem gols com o Doce Mel, pela sétima rodada do Campeonato Baiano. O clima que era para ser de festa, se transformou em transtornos para muitos torcedores que reclamaram “empurra-empurra” para ingressar pelo Portão Norte (Ladeira da Fonte). Além disso, dentro do estádio, a reclamação foi em relação aos serviços de bares após a realização do primeiro jogo, com longas filas e cervejas quentes. O Esporte Clube Bahia divulgou uma nota lamentando os episódios e prometendo cobrar providências da concessionária que administra a Arena Fonte Nova.

 

“É inadmissível que ainda hoje parte dos tricolores precise passar por situações de aperto e empurra-empurra para entrar na Fonte, inclusive muitas crianças e idosos, assim como alimentos em desconformidade, fim de itens do cardápio, bebidas quentes e demora excessiva nas filas […] O Esporte Clube Bahia e a Arena Fonte Nova sempre trabalham em parceria para aprimorar a operação e a experiência dos jogos e buscarão soluções junto ao Comando da Polícia Militar e à empresa terceirizada que opera os bares, de acordo com as circunstâncias específicas de cada responsável”, aponta em outro trecho do comunicado.

CONFIRA A NOTA COMPLETA

“O Esporte Clube Bahia vem a público agradecer o apoio sempre fiel da Nação Tricolor, que colocou quase 30 mil pessoas para os jogos contra Confiança e Doce Mel neste sábado (7), e também cobrar providências em relação ao tratamento oferecido a esses torcedores no estádio.

Recebemos uma série de reclamações tanto sobre o acesso pelo Portão Norte (Ladeira da Fonte), quanto em relação ao serviço promovido pelos bares após a realização da primeira partida.

É inadmissível que ainda hoje parte dos tricolores precise passar por situações de aperto e empurra-empurra para entrar na Fonte, inclusive muitas crianças e idosos, assim como alimentos em desconformidade, fim de itens do cardápio, bebidas quentes e demora excessiva nas filas.

Embora tenha se tratado de uma rodada dupla, com tempo de permanência bem maior dentro da praça esportiva, já havia expectativa de casa cheia e ótimo público.

O Esporte Clube Bahia e a Arena Fonte Nova sempre trabalham em parceria para aprimorar a operação e a experiência dos jogos e buscarão soluções junto ao Comando da Polícia Militar e à empresa terceirizada que opera os bares, de acordo com as circunstâncias específicas de cada responsável”.

Deixe seu comentário

1 Comentário

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*