Com uma estrutura de dar inveja, Bahia tem pecado quando o assunto é futebol

Onde é o calcanhar de Aquiles do Bahia???

Foto: Felipe Oliveira / Divulgação / EC Bahia

Começo de 2019, Bahia eliminado na Copa Sul-Americana pelo modesto Liverpool do Uruguai. Vexame repetido no início de 2020, agora para o River do Piauí, na Copa do Brasil. Mais um sonho interrompido precocemente. Com estrutura de dar inveja a muitos clubes do Brasil, o Bahia tem pecado quando o assunto é futebol, quando a questão está entre  as quatro linhas do campo. O declínio vertiginoso vivido no segundo turno do ano passado que fez o time terminar o campeonato na segunda página da tabela, distante da Libertadores, foi um indício de que alguma coisa estava fora dos trilhos. Onde é o calcanhar de Aquiles do Bahia? O que de fato precisa ser mudado para se chegar ao  sucesso no quesito futebol?

 

A base do ano passado foi mantida, do time titular saíram somente o atacante Artur, vendido ao Bragantino pelo Palmeiras, e Moisés negociado com o Internacional. Para você torcedor, essa base mantida torna o Bahia mais forte ou é essa base que precisa ser modificada? Em relação às contratações , o Bahia foi ao mercado e trouxe os volantes Danielzinho e Jadson, os atacantes Clayson e Rossi, os laterais Zeca e Juninho Capixaba. Falta ao elenco um jogador com mais experiência, o antigo e sempre atual camisa 10? O Grêmio por exemplo  optou por contratar os meias Thiago Neves e Diego Souza, veteranos, sem o vigor físico do passado, porém, com muita capacidade técnica.

Velocistas como Rossi, Élber, Clayson e definidores como Gilberto e Fernandão carecem de um jogador no meio de campo que seja cerebral, aquele que encontra os espaços vazios, que deixa os atacantes em possibilidade de finalização. O Bahia deveria buscar algum jogador com essas características, se é que não está buscando, já que vem sendo especulado o interesse no meia Rodriguinho, do Cruzeiro.

E quanto a Roger Machado, há quem o caracterize como previsível, treinador de uma nota só,  há quem o defenda com unhas e dentes. E para você, caro torcedor, Roger é o técnico ideal para o Bahia? O próximo compromisso do Tricolor é neste sábado diante do Vitória pela Copa do Nordeste, jogo marcado para acontecer às 18h na Arena Fonte Nova.

Marcelo Eloi, torcedor do Bahia e colaborador do Futebol Bahiano.

 

Deixe seu comentário

1 Comentário

  1. Rapaz eu sempre falei esse time do Bahia não vai ganhar nada porque eu time que só para pirão dito Lopes sempre falou o ano passado que o Bahia precisa viu camisa 10 aí fica esse presidente só querendo investir em patrimônio e fazendo torcedor de besta agora mesmo Rodriguinho não vem porque ele não quer gastar o dinheiro Cruzeiro pediu 16 milhões eu dou minha cara a tapa e botar esse dinheiro para trazer o cara e não adianta trocar de treinador por que todo treinador que chega o esquema do Bahia ao mesmo não muda nada

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*