Cidade Tricolor foi alvo de pichações após derrota do Bahia no Ba-Vi

Cidade Tricolor amanheceu com mensagens de protesto

Inaugurada no dia 11 de janeiro com um grande evento contando com a presença dos sócios-torcedores, do homenageado Evaristo de Macedo e outras personalidades, a Cidade Tricolor, batizada de CT Evaristo de Macedo, amanheceu pichada na manhã deste domingo com mensagens de protesto após a derrota do Esporte Clube Bahia no clássico BA-VI de ontem (08) por 2 a 0 pela terceira rodada da Copa do Nordeste, que aumentou a pressão sobre o Esquadrão que já havia sido eliminado da Copa do Brasil no meio da semana para o River-PI.

 

Na mensagens, torcedores protestam contra os jogadores e pedem a saída do diretor de Futebol, Diego Cerri, além de chamarem o presidente Guilherme Bellintani de “omisso”. Após o clássico, a diretoria garantiu a permanência do técnico Roger Machado, um dos alvos da torcida durante o jogo na Arena Fonte Nova, com gritos de “Adeus, Roger”. Nos últimos 20 jogos, o Bahia venceu apenas 4.

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*