São Paulo suspende contrato do goleiro Jean até dezembro de 2020

Jean ficará sem receber salários durante este período

Por meio de nota divulgada nesta quinta-feira (09), o São Paulo comunicou que decidiu suspender o contrato do goleiro Jean até dezembro de 2020, ou seja, neste período não irá pagar os salários do jogador. Segundo o clube, “neste período o arqueiro poderá exercer atividades por outras agremiações em condições já estipuladas. Caso o atleta não seja contratado por um outro clube durante este tempo, o São Paulo poderá decidir pela rescisão de contrato ao final deste ano de suspensão”. A decisão de suspender o contrato de Jean foi tomada após uma reunião entre dirigentes do clube do Morumbi, o advogado Breno Tanuri e o empresário Paulo Pitombeira (representantes do goleiro no encontro).

 

Caso rescindisse o vínculo de Jean sem uma demissão por justa causa, o São Paulo teria de pagar todos os valores do contrato válido até 2022, algo descartado pelo clube. Jean foi preso durante as férias, acusado de agredir a esposa nos Estados Unidos, e posteriormente solto da detenção sem pagamento de fiança após uma audiência em Orlando. O processo continua na justiça americana. Veja a nota do São Paulo abaixo:

“O São Paulo Futebol Clube comunica que nesta quinta-feira (9) firmou a suspensão do contrato de trabalho do atleta Jean Paulo Fernandes Filho.

O contrato permanecerá suspenso até 31 de dezembro de 2020, período durante o qual o atleta poderá exercer atividades por outras agremiações em condições já estipuladas. Caso o jogador não seja contratado por um outro clube durante este período, o São Paulo Futebol Clube poderá decidir pela rescisão de contrato ao final deste ano de suspensão.”

Deixe seu comentário!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*