Meia destaca aprendizado no Bahia e comenta retorno ao São Paulo

Shaylon atuou 30 jogos e marcou cinco gols pelo Bahia

Foto: Felipe Oliveira / EC Bahia

Após um ano emprestado ao Esporte Clube Bahia, onde atuou em 30 jogos (sendo 11 como titular) e 19 saindo do banco de reservas, e marcou 5 gols, o meia Shaylon destacou o aprendizado que teve no Esquadrão e avalia 2019 como um ano muito bom, porém, com o fim do empréstimo, ele retorna ao São Paulo vivendo a expectativa de ser aproveitado pelo treinador Fernando Diniz. “Foi um ano muito bom, principalmente o primeiro semestre. Joguei bastante. Consegui fazer bons jogos. Acredito que foi um ano de muito aprendizado e deu para amadurecer bastante”, declarou o meio-campista.

 

O jogador ainda revelou uma conversa entre ele e o atual treinador do São Paulo, Fernando Diniz. “Conversei com o Diniz no jogo Bahia e São Paulo, em Salvador. Foi uma conversa rápida, mas ele disse que era para eu continuar trabalhando e me dedicando, pois quem sabe em 2020 ele poderia contar comigo”, disse em entrevista ao site Globoesporte.

Para ficar em definitivo com o jogador, o bahia teria que desembolsar até o final do empréstimo 5 milhões de euros pelos 50% dos direitos econômicos que pertencem ao São Paulo, valor estipulado pelo clube paulista no contrato. Os outros 50% são da Chapecoense. Shaylon despontou em 2018 e chegou a ser peça importante do São Paulo quando a equipe paulista liderou o Campeonato Brasileiro. Depois, entretanto, não teve mais tantas chances e acabou sendo emprestado ao Bahia para ganhar rodagem.

Em enquete realizada pelo site Globoesporte, a torcida do São Paulo quer o retorno de Shaylon na próxima temporada. Com 22% dos votos, o jogador venceu a enquete sobre qual jogador deve ganhar uma chance no elenco ao fim do empréstimo – sete vão voltar no começo de 2020. Shaylon ficou na frente de Jonatán Gomez (19,5%), “nenhuma das opções” (19,3%), Santiago Tréllez (14,5%), Brenner (8,5%), Paulinho Bóia (6,3%), Léo Natel (5,7%) e Pedro Bortoluzo (3,7%).

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*