Jovens da dupla Ba-Vi duelam contra os veteranos dos times do interior

Nonato, Magno Alves e Marcelo Nicácio são alguns dos experientes

O Campeonato Baiano dá o ponta-pé inicial nesta quarta-feira com algumas novidades, como a estreia do Doce Mel da cidade de Ipiaú, campeão da Série B do Baianão em 2019, e pela primeira vez disputando a Série A do Futebol do Estado. Além disso, a dupla BA-VI irá apostar em jogadores jovens como Eron, Nickson, Saldanha, entre outros. O transição do Bahia, comandado por Dado Cavalcanti, enfrenta logo de casa a Juazeirense do zagueiro Kanu, às 21h30, no Estádio Adauto Moraes, enquanto o Leão, treinado pelo ex-zagueiro Agnaldo Liz, recebe o Jacobina de Arnaldo Lira, às 19h30, no Estádio Manoel Barradas. Se os dois maiores do Estado apostam em atletas com idade sub-23, buscando quem sabe alçar alguns deles ao time principal no futuro, as equipes do interior terão como destaque alguns veteranos de renome no futebol estadual e até nacional.

 

O Vitória da Conquista terá como principal atração o atacante Nonato, de 40 anos, ídolo do Bahia, que está de volta ao futebol baiano após 12 anos depois de sua última passagem pelo tricolor, encerrada em dezembro de 2007. Sétimo maior artilheiro da história do Bahia com 125 gols, o camisa 9 já levantou a taça de campeão baiano duas vezes, em 1999 e 2001. Já o Atlético de Alagoinhas aposta suas fichas também em um experiente atacante: O quarentão Magno Aves, de 44 anos, com passagens marcantes por Fluminense e Ceará, e que só fez menos gols gols que Lionel Messi, Cristiano Ronaldo e Ibrahimovic no “Planeta Bola”.

No Fluminense de Feira, Kleiton Domingues e Marcelo Nicácio, de 37 anos, com passagens por Vitória e Bahia, são destaques. Outros dois jogadores com passagens pela dupla BA-VI, Rafael Bastos e Danilo Rios reforçam o Jacuipense. O último está no Leão do Sisal desde 2018 e foi um dos pilares do time de Riachão na campanha do acesso para a Série C, em 2019. O zagueiro Kanu, 35 anos e ex-Vitória, é mais um experiente no Estadual. Ele que é tratado pela Juazeirense como a maior contratação da história do clube. O recém-chegado Doce Mel terá o centroavante Robert, de 34 anos, como promessa de gols.

No Bahia de Feira, o veterano é o goleiro Jair, que vai defender o Tremendão mais uma vez e fez parte do time campeão em 2011 e na temporada passada foi eleito o melhor goleiro com o time feirense terminando com o vice-campeonato. Artilheiro da edição passada com 8 gols marcados pelo Atlético de Alagoinhas e também campeão em 2011 pelo Bahia de Feira, João Neto defenderá o Jacobina do técnico Arnaldo Lira. Além de Nonato, o BODE tem o zagueiro Silvio, ídolo do clube, que está no time desde 2006, um ano depois da fundação. Aos 38 anos, ele fez mais de 360 partidas pelo time conquistense e marcou 32 gols.

Deixe seu comentário

2 Comentário

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*