Jogadores especulados no Vitória são apresentados no Mirassol-SP

Chico e Camilo reforçam o Mirassol no Paulistão 2020

Foto: Léo Roveroni/Agência Mirassol

Na última terça-feira, o Mirassol-SP apresentou dois reforços para a disputa do Campeonato Paulista. Os meias Chico (emprestado pelo Ceará) e Camilo (ex-Inter e Chapecoense), que chegaram a ser especulados pela imprensa como possíveis reforços para o Esporte Clube Vitória, porém, o Leão não chegou a apresentar proposta para nenhum dos dois. A dupla não poderá atuar contra a Ferroviária nesta quinta-feira, 23, às 16h30, na Arena da Fonte, em Araraquara, na estreia da equipe no Estadual, já que ainda não estão regularizados junto ao Boletim Informativo Diário (BID) da CBF. Porém, tudo indica que fiquem a disposição para a partida contra o Corinthians, no domingo.

 

“O projeto me incentivou muito e por meio disso vamos nos entrosar o mais rápido possível para fazer um bom campeonato. Temos que pensar grande, ter a cobrança dentro de campo e fora, mas colocar o Mirassol com o objetivo de classificar”, comentou o jogador, apelidado pela torcida do Ceará de ‘Son’ do Nordeste.

Já o meia Camilo retorna ao Mirassol após passagem que o projetou para o futebol em 2013. Na ocasião, anotou sete gols em 18 jogos, entre eles na goleada por 6 a 2 sobre o Palmeiras, no Maião. Ele estava na Chapecoense-SC. “Foi um belo campeonato que fiz. Poderíamos ser coroados se tivéssemos passado para a segunda fase. O nível aqui é muito alto, é o melhor regional do País e isso anima qualquer jogador para vir jogar”, disse Camilo.

Natural de Cascavel (PR), Francisco Hyun Sol Kim nasceu no Brasil, cresceu no Paraguai e tem nacionalidade sul-coreana. Começou no Atlético Sorocaba e acumula passagens por Águia Negra, CENE, Brasiliense, Olímpia, Tupi-MG, Rio Claro, XV de Piracicaba, Red Bull Bragantino, Capivariano, CRB. Jogou ainda na Coreia do Sul, defendendo Seoul E-Land e Pohang Steelers. Na temporada 2019, vestiu a camisa do Ceará, atuando 36 partidas e marcando 5 gols.

Revelado no América-RJ, Camilo acumula passagens por Cruzeiro, Santo André, Grêmio Barueri, Ceará, América-MG, Nanchang FC da China, Botafogo-SP, Avaí, Mirassol, Sport-PE. Mas seu melhor momento foi vestindo a camisa da Chapecoense, em 2014 e 2015, com 66 jogos e 9 gols marcados. Deixou Chapecó em 2016 para jogar no Al-Shabab da Arábia Saudita, mas não demorou por lá e com apenas 10 jogos, retornou ao Brasil para defender o Botafogo. No Fogão, entrou em campo 57 vezes e anotou 7 gols. Foi contratado pelo Internacional em 2017, mas não deslanchou no colorado. Foram 20 partidas em 2017 e 24 em 2018, apenas um gol marcado. Iniciou 2019 no Colorado, mas após 7 jogos foi repassado a Chapecoense, onde atuou 28 jogos e anotou um gol.

Deixe seu comentário!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*