Para evitar a prescrição, Diego Souza cobra na justiça R$ 1 milhão ao Sport

Logo após o acesso do Sport-PE, o meia-atacante Diego Souza hoje no Botafogo, entrou na lista dos especulados como reforço do clube para a temporada 2020. A transação não evolui e praticamente se tornou inviável já que o jogador entrou com uma ação contra o clube cobrando valores não pagos referentes à sua saída no seu último contrato com o clube no final de 2018. O montante de acordo com as contas do jogador chega à casa de R$ 1.040.046,58, porém, segundo o advogado que representa Diego Souza, a divida está sendo cobrada apenas para garantir que não prescreva e não possa ser cobrada depois.

“Na audiência de fevereiro, o Sport terá a oportunidade de apresentar sua defesa, comprovando que pagou ou que não tem nada a pagar, e de negociar um acordo com o jogador para chegar a um método de pagamento que agrade os dois lados.”

“O próprio clube reconhece um valor a ser pago, mas acabou não pagando, então, como ia prescrever, entramos com uma ação para evitar isso. Então, a intenção não é prejudicar o clube, é tentar fazer de um jeito que não atrapalhe, sem nenhum interesse em prejudicar. Mas se a gente não entra com ação agora, prescreve e a gente não pode cobrar mais” afirmou o advogado do jogador em entrevista ao site superesportes.

Deixe seu comentário!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*