Jovem atacante do Vitória se aproxima de retorno aos gramados

Ruan Levine sofreu uma lesão no ligamento cruzado anterior do joelho direito

Foto: Letícia Martins/ECV

Após estrear como titular marcando dois gols no triunfo por 2 a 1 sobre o Vila Nova na segunda rodada da Série B, o atacante Ruan Levine teve a ascensão interrompida devido uma lesão de LCA (ligamento cruzado anterior do joelho direito) sofrida no jogo contra o Oeste (SP), Arena Barueri, na rodada rodada, ao tentar impedir o avanço do lateral adversário e caindo por cima da perna. A lesão ocorreu no dia 11 de junho e no dia 19, Ruan Levine passou por procedimento cirúrgico para reconstrução do ligamento. Dentro do prazo estabelecido pelo departamento médico, o jovem talento rubro-negro está voltando.

 

Entregue ao professor Rodrigo Santana, o atacante não ganhou férias como os demais companheiros. Comparece diariamente ao clube e cumpre a rotina traçada pelo departamento de fisiologia. “Programamos ele ficar treinando um mês com carga progressiva e descansar na última semana das férias para voltar junto com o grupo normalmente no dia 2 de janeiro”, revela Rodrigo Santana, responsável pela transição dos atletas que saem do departamento médico.

Para Ruan Levine, o sacrifício é válido. Afinal, quer recuperar a boa forma e voltar a empolgar como ocorreu nos jogos que disputou no Campeonato Brasileiro, sendo um dos artilheiros da equipe ao marcar os dois gols da vitória por 2 a 1 diante do Vila Nova (GO) na segunda rodada, no Barradão. “Estou muito feliz em estar treinando em campo, tendo contato novamente com a bola. Estou focado em um só objetivo, treinar, voltar mais forte do que antes, para no dia 2 ser reintegrado ao grupo e fazer uma excelente temporada pelo Vitória”, afirma o atleta.

A evolução de Ruan Levine tem sido satisfatória, de acordo com Rodrigo, e o assistente da fisiologia, Rafael Daltro. Junto com Ruan Levine, o zagueiro Carlos, incorporado ao grupo profissional para 2020, está na transição depois de operar também de LCA e se recuperar de uma tendinite.

“Treinar nas férias mostra a vontade que estamos de voltar para podermos ajudar o nosso clube, precisamos nos doar ao máximo pelo clube que amamos. Quero muito retribuir na equipe profissional tudo que o Vitória fez por mim ao longo desses quase 10 anos de casa. Espero fazer o possível para que seja um início de ano vitorioso e dar sequência ao longo da temporada”, destacou Carlos ao falar sobre as expectativas para seu primeiro ano como profissional.

Autor(a)

Fellipe Costa

Administrador e colunista do site Futebol Bahiano. Contato: futebolbahiano2007@gmail.com

Deixe seu comentário