Jogadores com passagens pelo futebol baiano agitam o mercado da bola

Apodi, Danilo Pires, Diego Renan e Guilherme Santos, entre outros.

A temporada do ano 2019 já foi embora, no entanto, ao contrário dos anos anteriores a movimentação de transferência de jogadores de um lado para outro, continua desaquecida e foram raras as transações de intacto até então pelo menos nos grandes clubes, especialmente pelo farto que os campeonatos estaduais, quase todos deficitário abrindo o calendário do futebol nacional 2020. No entanto, nos clubes que formam a Série B a intensidade é maior e essa divisão é possível observar autênticos andarilhos se deslocando de norte a sul. Um exemplo é Danilo Pires que atuou no Bahia em 2016 e foi contratado pelo Confiança que é o seu 20º clube em 10 anos de carreira. Outro contratado pelo Confiança com passagem pelo Bahia é o goleiro Rafael Santos, que estava no Vila Nova. O arqueiro tem 30 anos e já passou por 11 clubes.

 

Já o CRB anunciou o zagueiro Xandão, que estava no Bahia e foi embora sem aproveitamento no tricolor de aço atuando apenas em seis partidas. O defensor tem 29 anos e seu melhor momento na carreira aconteceu vestindo a camisa do CD Aves de Portugal. O CRB será o seu oitavo clube. O Galo de Alagoas anunciou também o atacante Léo Gamalho, com passagem pelo Bahia em 2015 marcando 7 gols em 29 jogos, formando o famoso ataque “KLB” ao lado de Kieza (hoje no Fortaleza) e Maxi Biancucchi, este último já aposentado aos 35 anos.

Já o CSA anunciou vários reforços, destaque para lateral-direito Norberto, que estava no Sport-PE. O jogador tem 29 anos (e já passou pelo Bahia  em 2009 no Sub-20) e no Esporte Clube Vitória nas temporadas (2015/16), porém atuando em apenas 11 partidas em virtude de grave contusão. O CSA será seu oitavo clube. Quem pensou que o lateral Diego Renan estava fora de combate se enganou. O jogador com 29 anos disputou 88 partidas no Esporte Clube Vitória e hoje também é um dos reforços anunciados pelo CSA, seu sétimo clube na carreira. Ele estava na Ponte Preta.

O goleiro Caíque, que apareceu no Vitória com enorme expectativa quase como uma espécie de um projeto avançado do NOVO DIDA, recapitulou na carreira, não passou de uma promessa e é também um dos reforços do CSA. O jogador tem 22 anos e é sua primeira experiência longe do Esporte Clube Vitória.

Quem lembra do meia-atacante Willians Santana que também atuou no futebol baiano e estava no CRB? Hoje com 31 anos, é novo reforço do Cuiabá. O jogador foi revelado pelo Esporte Clube Vitória em 2008 e tem passagem Esporte Clube Bahia em 2015 onde atuou em 30 partidas marcando 3 gols. O atleta também jogou pelo Palmeiras e pelo futebol japonês. O Cuiabá será o décimo terceiro clube que o jogador já atuou.

Outro atleta com passagem pelo Vitória que continua rodando a bolinha é zagueiro Ednei, que estava no Cuiabá e vai reforçar o Guarani no Campeonato Paulista. O jogador tem 29 anos passou pelo Leão em 2014/2015 atuando em 36 partidas. O clube de Campinas será o décimo sétimo clube na carreira do jogador. Outro com passagem pelo Leão, que estava emprestado ao Figueirense, o zagueiro Ruan Renato acertou sua transferência para o Botafogo, mesmo destino do lateral-esquerdo Guilherme Santos, que já defendeu o Bahia.

Já o lateral Apodi continua inoxidável. Com 33 anos, já passou por diversos clubes, um total de 19, entre eles Bahia e Vitória. Tem passagem pelo futebol do México (por dois clubes), Japão, Rússia e Arábia Saudita. Depois de cair com o CSA nesta temporada, o jogador foi contratado pela Ponte Preta, onde terá como colega de trabalho o atacante Zé Roberto, revelado nas divisões de base do Bahia, porém, nunca vigou no Esquadrão e sempre foi contestado pelo torcedor.

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*