Dos atletas em fim de contrato no Bahia, apenas um tem chance de ficar

Ernando negocia renovação, mas ainda tem futuro incerto

Foto: Felipe Oliveira / Divulgação / EC Bahia

O Esporte Clube Bahia segue mapeando o mercado da bola atrás de contratações para os dois times (transição e principal) visando a temporada 2020. Para a equipe de Roger Machado, até aqui, um nome já foi anunciado. O meia Daniel, ex-Fluminense, que assinou por dois anos. Outros reforços devem chegar, principalmente para suprir a saída de alguns jogadores do elenco deste ano. O goleiro Fernando Castro renovou e segue no clube, enquanto outros não permanecem. Xandão foi contratado pelo CRB; Artur e Guerra retornam ao Palmeiras; Shaylon voltou ao São Paulo; Ezequiel foi devolvido ao Fluminense. Xandão, Artur e Shaylon já até se despediram do Esquadrão.

 

Um dos jogadores com contrato encerrando no final deste mês, o zagueiro Ernando é o único com chance de permanecer no Esporte Clube Bahia. Segundo o empresário Roni, o defensor tem um pré-contrato assinado e só depende do clube se manifestar para confirmar a prorrogação do vínculo por mais um ano. Ernando chegou ao Esquadrão no início do ano e se firmou como titular no primeiro semestre, inclusive, marcando gol importante contra o São Paulo na Copa do Brasil, porém, sofreu uma lesão de hérnia que atrapalhou sua sequência no time. No total, foram 27 partidas disputadas.

“O Bahia tem a preferência de renovar. Ele tem um pré-contrato assinado. Basta o clube se manifestar, coisa que ainda não aconteceu oficialmente. Já está tudo acertado com mais um ano de contrato. O Bahia está no prazo para se manifestar e estamos aguardando”, disse o empresário, em entrevista ao Bahia Notícias.

Natural de Flores de Goiás (GO), Ernando Rodrigues Lopes tem 30 anos e só defendeu três clubes na carreira. Revelado no Goiás, foi comprado pelo Internacional em 2014 após cinco temporadas sendo titular da defesa esmeraldina. No Colorado, também teve atuações destacáveis e foi titular até a temporada 2016. Em 2017 perdeu espaço e fez apenas 14 jogos, sendo emprestado ao Sport-PE em 2018, entrando em campo 32 vezes. Pelo Inter, atuou 170 partidas e marcou 8 gols. Já pelo Goiás, foram 240 jogos e 5 gols anotados.

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*