Bahia fecha 2019 com a 14ª marca mais valiosa do futebol brasileiro

Marca do Esporte Clube Bahia é avaliada em R$ 134 milhões

Desde a intervenção liderada por Carlos Rátis, o Esporte Clube Bahia vem seguindo um processo de restruturação após a redemocratização, iniciada com Fernando Schmidt, consolidada por Marcelo Sant’Ana e amplificada por Guilherme Bellintani. Um clube que estava a beira da falência, mas hoje respira e é exemplo de gestão, aumentando substancialmente o valor de sua marca. É o que apontou a consultoria BDO em seu estudo anual sobre a força de mercado de cada clube brasileiro. O Esquadrão, que ocupou o 16º lugar em 2017 e o 15º em 2018, fechou 2019 com a 14ª marca mais valiosa do futebol brasileiro com R$ 134 milhões, aumentando em R$ 24,5‬ milhões – (em 2018 tinha R$ 109,5 milhões). Para termos uma ideia, em 2014, o Bahia tinha a marca avaliada em 72,5 milhões.

 

O Flamengo se mantém como líder do ranking, chegando a R$ 2,160 bilhões contra R$ 1,952 bilhão ao final de 2018, enquanto o Corinthians ocupa a segunda posição com R$ 1,736 bilhão, e o Palmeiras, a terceira com R$ 1,717 bilhão. O estudo de valor de marcas feito pela BDO leva em conta o tamanho de torcida, receita obtida pela agremiação e mercado. Realizada há 12 anos, a análise usa metodologia que considera 30 variáveis entre pesquisas e dados financeiros dos clubes. Como em todos os clubes, o maior peso na análise vai para a torcida (54%), depois receitas (29%), e em seguida mercado (17%).

“Não tivemos alteração no valor das marcas para os 3 primeiros colocados: Flamengo, Corinthians e Palmeiras, todavia, o Palmeiras, conforme previsto no ano anterior, praticamente alcançou o Corinthians em 2019. Em comparação com 2018, temos: Flamengo com crescimento de 11%, Corinthians com redução de 1% e Palmeiras com crescimento de 12%”, diz a BDO no estudo.

CONFIRA AS 14 MARCAS MAIS VALIOSAS DO FUTEBOL BRASILEIRO:

1o Flamengo – R$ 2,160 bilhões (2018 / R$ 1,952 bilhão)

2o Corinthians – R$ 1,736 bilhão (2018 / R$ 1,741 bilhão)

3o Palmeiras – R$ 1,717 bilhão (2018 / R$ 1,529 bilhão)

4o São Paulo – R$ 1,228 bilhão (2018 / R$ 1,197 bilhão)

5o Grêmio – R$ 695 milhões (2018 / R$ 668 milhões)

6o Cruzeiro – R$ 598 milhões (2018 / R$ 555 milhões)

7o Internacional – R$ 592 milhões (2018 / R$ 503 milhões)

8o Atlético-MG – R$ 449,4 milhões (2018 / 510 milhões)

9o Vasco – R$ 415,4 milhões (2018 / R$ 398 milhões)

10o Santos – R$ 414 milhões. (2018 / R$ 423 milhões)

11o Fluminense – R$ 356 milhões (2018 / R$ 341 milhões)

12o Botafogo – R$ 329 milhões (2018 / R$ 305 milhões)

13o Athletico-PR – R$ 166 milhões (2018 / R$ 133,2 milhões)

14o Bahia – R$ 134 milhões (2018 / R$ 109,5 milhões)

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*