Após reunião, Bahia se aproxima de acerto com atacante do Corinthians

Bahia deve adquirir 20% dos direitos do atacante Clayson

O Esporte Clube Bahia segue trabalhando para anunciar mais um reforço para a temporada 2020. De acordo com informação da Gazeta Esportiva, o jogador teve uma reunião com seu empresário e advogados neste sábado (28) e a negociação evoluiu. “Agora é questão dos (departamentos) jurídicos trabalharem”, disse uma pessoa envolvida nas conversas. Para ficar com o atleta, o Bahia deve pagar R$ 3 milhões ao Corinthians por 20% dos direitos econômicos do atacante. Assim, o clube paulista manteria outros 20% e o Ituano continuaria dono dos 60% restantes. A proposta é para um contrato com validade de três temporadas. Em 2017, o Timão desembolsou R$ 3,5 milhões a Ponte Preta e ceder dois atletas: Claudinho e Léo Arthur.

 

O jogador de 24 anos fez 62 jogos na temporada (32 no Brasileirão), com sete gols marcados, além de 11 assistências (o líder no quesito no elenco, junto com Sornoza). Das 32 partidas que esteve em campo na Série A, foi titular em apenas 22, marcando somente três gols. A maioria das chances criadas foi pelos lados do campo, buscando a jogada individual. Clayson foi o 10º jogador que mais tentou dribles e o 17º que mais acertou. Os rankings são liderados exatamente por Michael, alvo corintiano nesta janela.

Natural de Botucatu (SP), Clayson Henrique da Silva Vieira, de 24 anos, surgiu no União São João e acumula passagem também pelo Ituano antes de chegar a Ponte Preta onde ficou de 2015 até maio de 2017, chamando a atenção do Corinthians que pagou R$ 3,5 milhões, além de ter enviado Claudinho e Léo Artur para o clube de Campinas. Na Macaca, atuou 84 vezes e marcou 6 gols. Pelo Timão, soma 139 partidas nas três últimas temporadas, marcando 14 gols. Em 2019, foi ano que mais entrou em campo na sua carreira, 62 vezes e anotou 7 gols.

Deixe seu comentário

Autor(a)

29/12/2019 às 9h50

Fellipe Costa

Redator e Administrador do Futebol Bahiano. Contato: [email protected]

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*