Após derrota para o Bahia, Jacozinho aponta erro do CSA em 2019

"Começou o erro no investimento", disse o treinador

Foto: Felipe Nyland

Com a saída do técnico Argel Fucks, que pediu desligamento para treinar o Ceará, coube a Jacozinho comandar o CSA na partida contra o Esporte Clube Bahia, no último domingo, no Rei Pelé. O time alagoano precisava vencer para seguir com chances reais de se manter na elite, no entanto, perdeu por 2 a 1 e pode ser rebaixado nesta segunda-feira em caso de um triunfo do Cruzeiro sobre o Vasco da Gama. Após o revés para o Esquadrão, Jacozinho, que é ídolo do CSA, criticou o planejamento da clube e se emocionou ao falar sobre a queda para a Série B.

 

“Dói no meu coração porque eu sou grato por tudo o que o CSA fez na minha vida. Se eu tenho reconhecimento mundial eu devo ao CSA. Todas as vezes que precisarem de mim eu vou estar colocando a cara para bater, porque eu sou azulino. Começou o erro no investimento. Quase 60 jogadores foram contratados e quase 40 foram dispensados, foi um erro. Mas tenho certeza que esse erro não vai mais acontecer”, concluiu ele.

Com a derrota para o Bahia, o CSA colocou um pé e meio na Série B, isso porque, com seis pontos para disputar, pode, no máximo, empatar com o Ceará no número de pontos e de vitórias. No saldo de gols, terceiro critério de desempate, a equipe alagoana teria que tirar uma diferença de 26 gols em duas partidas.

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*