Élber lamenta protestos da torcida: ‘Eles não apoiaram e fica mais difícil’

Élber marcou o gol de empate do Bahia contra o Atlético-MG

Foto: Felipe Oliveira / EC Bahia

Autor do gol no empate do Bahia por 1 a 1 com o Atlético-MG nesta quarta-feira, na Arena Fonte Nova, o meia-atacante Élber não gostou dos protestos de parte da torcida que vaiou os jogadores e gritou “time pipoqueiro” em parte do primeiro tempo. Segundo o jogador, fica mais difícil sem o apoio do torcedor. Com o resultado, o Esquadrão amarga o nono jogo seguido sem triunfo, sendo 5 derrotas e quatro empates. Atuando em Salvador, são sete jogos sem triunfo, com três derrotas e quatro empates. O Tricolor tem apenas um triunfo nos últimos 12 jogos.

 

“A gente infelizmente em um erro nosso tomamos o gol. Não era o resultado que a gente queria. Com a torcida jogando ao nosso favor já é difícil. Eles não apoiaram e fica mais difícil ainda. Com eles sendo nosso 12º jogador, ficamos mais próximos do triunfo”, bradou, em entrevista à Rádio Metrópole.

Com o resultado, o Bahia se mantém em 10º com 45 pontos, mas pode ser ultrapassado por Vasco e Fortaleza que ainda jogam na rodada. O próximo compromisso do Esquadrão é contra o CSA, domingo (01/12), às 18h, no Estádio Rei Pelé, em Maceió. O time alagoano ainda entra em campo pela 35ª rodada nesta quinta-feira, contra o Cruzeiro, e pode ser o terceiro clube rebaixado para Série B.

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*