Com empréstimo no fim, Edigar Junio pode retornar ao Bahia em 2020

Atacante se recuperando de uma fratura na fíbula esquerda

Getty / Koji Watanabe

Com o contrato de empréstimo perto do fim, o atacante Edigar Junio ainda tem a situação indefinida para a temporada 2020. Com 11 gols em 16 jogos pelo Yokohama Marinos, o jogador tem vínculo com o Esporte Clube Bahia e foi emprestado com valor de passe fixado, no entanto, a diretoria tricolor ainda aguarda por um posicionamento do clube japonês e provavelmente, se não houver o interesse da permanência, o atleta retorna do futebol asiático e reforça o Tricolor Baiano na próxima temporada. O jogador vinha se destacando até sofrer a lesão e vem se recuperando de uma fratura na fíbula esquerda.

 

Edigar Junio chegou ao Bahia em 2016 e ajudou a reconduzir o Esquadrão de volta à Série A, marcando 16 gols em 47 jogos naquela temporada. Em 2017, jogou 40 partidas e marcou 15 tentos, um deles na final da Copa do Nordeste no triunfo por 1 x 0 sobre o Sport-PE que decretou o tricampeonato do nordeste, e 12 na Série A, em que foi artilheiro do time. Em 2018, balançou as redes 13 vezes em 54 jogos, sendo campeão baiano. No total, chegou a marca de 44 gols em 141 pelo clube nas três temporadas, ficando perto de superar o atacante Zé Carlos, bicampeão brasileiro em 1988 e com 50 gols na conta, além do centroavante Robgol, com 53 gols e Marito, ex-ponta e herói do título de 1959, com 60 gols.

Deixe seu comentário!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*