Apático e previsível, Brasil perde para Argentina e aumenta JEJUM

Gabriel Jesus perdeu pênalti, enquanto Messi deixou sua marca

Praticando um futebol pobre, previsível e apático, assim como nas partidas anteriores, a Seleção Brasileira perdeu por 1 a 0 para a Argentina na tarde desta sexta-feira, no Estádio Universitário Rei Saud, na Arábia Saudita. Os rivais se reencontraram pouco mais de quatro meses após a polêmica semifinal da Copa América quando o Brasil venceu por 2 a 0 no Mineirão e avançou em direção ao título. Naquela decisão, o VAR foi alvo de críticas dos argentinos, em especial do craque Lionel Messi, que acabou sendo suspenso por três meses de jogos da seleção por detonar a Conmebol, porém, desta vez, o árbitro assistente de vídeo não esteve em ação.

 

Foi o Brasil que teve a primeira chance de abrir o placar, porém, Gabriel Jesus mandou para fora a cobrança do pênalti aos 9 minutos de bola rolando. Quem não faz? Aos 12 minutos, Lionel Messi teve a chance também cobrando penalidade. Parou em Alisson na primeira, mas marcou no rebote. O Brasil jogou com: Alisson; Danilo, Éder Militão, Thiago Silva e Alex Sandro; Casemiro, Arthur (Fabinho) e Lucas Paquetá (Philippe Coutinho); Gabriel Jesus (Richarlison), Willian (Rodrygo) e Roberto Firmino. O próximo comprimisso do Brasil é na terça-feira (19), às 10h30, contra a Coreia do Sul, no Estádio Mohammed Bin Zayed.

O Brasil vem em baixa, sem vencer desde o título da Copa América. Após levantar a taça no Maracanã, a equipe comandada por Tite perdeu para o Peru e empatou com Colômbia, Senegal e Nigéria. A Argentina, por sua vez, encorpou após aquela eliminação e estão invictos desde então. Mesmo sem Messi, a seleção alviceleste conseguiu arrancar empate com a Alemanha, fora de casa, no mês passado, e golou México (4 a 0) e Equador (6 a 1). Agora, com Messi, vence o Brasil.

VEJA O GOL:

Comentários:

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*