Bellintani chama árbitros de “merdas”, detona o VAR e cobra CBF

Presidente soltou os cachorros após derrota para o Santos

Após a derrota do Esporte Clube Bahia para o Santos na noite desta quinta-feira, por 1 a 0, na Vila Belmiro, o presidente Guilherme Bellintani disparou contra a arbitragem da partida por conta do gol marcado pelo zagueiro Juninho que foi anulado pelo VAR apontando impedimento do lateral Moisés em lance bem difícil. Bastante revoltado e exaltado, o mandatário chamou os árbitros de “merdas” e criticou a tecnologia do VAR chamando de “vídeo game”. O dirigente também afirmou que cobrará resposta da CBF.

 

“Ficam uns merdinhas na p*** da cabine do VAR decidindo que horas a bola sai do pé do atacante para ver se marca impedimento ou não. Ali ele decide se vai botar um milímetro na frente ou não. Veja o lance que o VAR usou para marcar impedimento. A bola tinha saído do pé de Marco Antônio. Uns merdas vêm decidir quem ganha o jogo. A CBF vai ter que responder, porque, na hora de pedir apoio do Bahia, pede. Numa hora dessa, faz um escândalo desse. Qualquer um que entra no campeonato para abalar o sistema, a CBF faz isso. Esses merdas têm que provar que a bola, quando saiu do pé e a hora que paralisou a merda da jogada. Vão ficar jogando videogame e determinando quem ganha e quem não ganha. É só olhar a hora em que a bola sai do pé de Marco Antônio. Não tem mais mesma linha. Não existe mais. Acabou. Coloca quem vai ganhar, bota videogame para manipular o VAR e suspende o campeonato”, disse.

O presidente, porém, admitiu a atuação ruim da equipe. “A gente fez um péssimo jogo, isso é inquestionável. Mas é muito simples: o juiz e o arbitro de vídeo, desde o começo, já estava determinado quem ele queria que ganhasse o jogo. Muito claro. Desde o cartão do jogo, com cartões, faltas, várias coisas. O jogador do Santos fez falta, e ele [o árbitro] foi verificar se ele tinha amarelo ou não. A bola já tinha saído do pé de Marco Antônio”.

Com o resultado, o Esquadrão amarga a terceira derrota seguida no Brasileirão e permanece com 41 pontos no 9º lugar. Na próxima rodada, a de número 30, o Esporte Clube Bahia voltar a atuar fora de Salvador, agora enfrentando o Cruzeiro, domingo (03/11), às 19h, no Estádio do Mineirão, em Belo Horizonte (MG). O Esquadrão só volta a jogar como mandante na quarta-feira (06), às 21h30, contra a Chapecoense, na Arena Fonte Nova. Lembrando que o time tricolor não vence há quatro jogos em casa na competição.

Deixe seu comentário!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*