Aumenta a participação dos clubes do Nordeste no protesto contra o vazamento de óleo

Um autêntico descaso, um absurdo sem precedente com a própria população que através do sistema de campanha, vaquinhas virtuais, abnegação e voluntariado tenta combater o derramamento de óleo nas praias do Nordeste e não se nota uma ação efetiva do governo federal que até então, é incapaz até mesmo identificar a origem do desastre que o maior no litoral brasileiro em todos os tempos. Será que se o óleo estivesse atingindo as praias de Ipanena, Copacabana e outras no mesmo naipe, a inércia seria a mesma? Claro que não, afinal não custa lembrar que somos apenas um bando de PARAÍBAS como declarou recentemente o atual presidente da república.

 

Enquanto isso, os clubes do Nordeste, Ceará, Vitória, CSA, CRB, Fortaleza e outros em uma iniciativa do Bahia se uniram em campanha com o mesmo objetivo exaltando as hashtags #clubesnordestinosunidos e #sosnordeste destacando tanto a seriedade do desastre natural como a necessidade de união para a solução imediata do problema em questão no que se refere a limpeza das praias e mares.

– O Nordeste está ainda mais unido contra o descaso que invade nossas praias. Manchamos nossas mãos, lamentamos pela vida marinha e pela beleza da nossa costa, vimos o avanço com tristeza, mas não medimos esforços para salvar a natureza da nossa Região. Essa é uma luta de todos – frisa o comunicado postado nas redes sociais de todos os clubes citados legendando a imagem símbolo da campanha com a marca de uma mão suja de óleo.

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*