Atacante do Bahia é absolvido pelo STJD e pode enfrentar o Palmeiras

Arthur Caíke foi julgado pela expulsão contra o Cruzeiro

Foto: Felipe Oliveira/Divulgação/EC Bahia

Enquadrado no artigo 250 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD), que aborda lances em que o atleta impede uma oportunidade de gol com falta, o atacante Arthur Caíke foi absolvido nesta sexta-feira (9) pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) por conta da expulsão contra o Cruzeiro. Com isso, ele fica a disposição do técnico Roger Machado para o jogo contra o Palmeiras, neste domingo, às 16h, no Allianz Parque, em partida válida pela 14ª rodada da competição nacional.

 

Arthur Caíke foi expulso aos 43 do primeiro tempo, após receber o segundo amarelo por falta em Jadson, no empate por 0 a 0 contra o Cruzeiro, na Arena Fonte Nova, pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro. Ele foi julgado pela 5ª Comissão Disciplinar do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) e corria risco de ficar de fora do jogo deste domingo caso fosse punido com dois ou três partidas.

Até o momento, o Bahia já tem como desfalques o atacante Fernandão, suspenso pela expulsão na última partida, o zagueiro Juninho, o meia Alejandro Guerra e o atacante Artur, que foram emprestados pelo Palmeiras e não pode atuar por questões contratuais.

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*