Bellintani fala sobre ações de marketing do Bahia e interação com o torcedor

“Nós fazemos isso por identidade da nossa torcida", destacou

Foto: Felipe Oliveira / Divulgação EC Bahia

Como muito bem destacou o torcedor Diego Campos em matéria recente aqui no site Futebol Bahiano (Leia aqui), o Esporte Clube Bahia vem dando uma goleada nas ações afirmativas com a atual diretoria. O clube adotou um posicionamento de apoio às minorias, com mensagens de emponderamento nas redes sociais e ações de marketing em prol da causa LGBTQ, indígena, negra e outras são comuns nas mídias sociais do Tricolor de Aço. Com isso, o Esquadrão tem se mostrado cada vez mais presente na interação com o público. Em entrevista ao Fox Sports, o presidente Guilherme Bellintani destacou que o Bahia é um clube com uma torcida popular e por isso passou foi montada estratégias para atrair outros públicos.

 

“Nós fazemos isso por identidade da nossa torcida. Tempos uma torcida popular, de massa. Passamos por muito tempo sem inserir nossa torcida nos estádios e na nossa comunicação. Por conta de preço de ingresso, economia em geral mesmo, nós estamos estabelecendo um novo tipo de relação com os torcedores. Montamos duas estratégias. Popularizamos o Bahia com camisas mais baratas e ações, novidades para os sócios-torcedores. Colocamos a cerveja com a metade do preço e temos uma forma de comunicação diferente com as minorias. Negros, indígenas, homossexuais. Nós queremos também atrair esse público”, disse o presidente.

Recentemente, o Esporte Clube Bahia lançou uma camisa camuflada em uma campanha contra a violências nos estádios. Além disso, também levantou uma bandeira contra os casos de assédio às mulheres nas arquibancadas, desenvolvendo uma parceria com a Polícia Militar do Estado, que leva a equipe Maria da Penha à Fonte Nova e as profissionais ficam a cargo do atendimento exclusivo às mulheres que vão ao campo.

Como também destaca o site Fox Sports, a causa negra é bastante debatida e relembrada pelo Tricolor de Aço. Na reta final do Campeonato Brasileiro de 2018, o Bahia divulgou o nome de 20 pessoas negras históricas brasileiras em formato de escalação para a partida diante da Chapecoense em alusão ao mês da Consciência Negra. Essa mudança nas ações do Bahia e em sua comunicação popular se iniciou em 2015, quando o clube foi assumido por Marcelo Sant’Ana, dando continuidade e ampliando esse leque na gestão de Guilherme Bellintani.

Deixe seu comentário

1 Comentário

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*