Bellintani exalta a Cidade Tricolor: “Bahia vai estar entre os 6 clubes com as melhores estruturas do Brasil”

"Isso mudará o nosso patamar", disse o presidente

Com a obra em fase final, o Esporte Clube Bahia está muito perto de mudar para o centro de treinamento Cidade Tricolor. Em entrevista ao canal Fox Sports, o presidente Guilherme Bellintani, prevê mais dois meses para o equipamento estar pronto para utilização do elenco principal e divisão de base. O mandatário também fez questão de exaltar o CT e disse que o Bahia vai estar entre os cinco, seis clubes com as melhores estruturas do Brasil. A mudança, anteriormente prevista para acontecer durante o recesso da Copa América, só deve acontecer no mês de setembro.

 

“A obra está em fase final. Acredito que em até dois meses estará tudo pronto. Devemos nos mudar para lá até o final do ano. É uma obra bastante grandiosa, moderna. Isso mudará o nosso patamar. Permite que a gente tenha uma nova estrutura, espaço para as divisões de base… Acredito que vamos estar entre os cinco, seis clubes com as melhores estruturas do Brasil”, disse o presidente.

No mês de maio, agora em entrevista ao Jornal da Metrópole, o presidente do Bahia, Guilherme Bellintani, admitiu que o clube estuda a possibilidade vender o centro de treinamento do Fazendão. “Vamos sair do Fazendão. A gente provavelmente vai vender. Essa decisão não é minha, é da assembleia de sócios. Essas decisões são tomadas pelos sócios. A nós cabe sugerir e projetar cenários”, disse. Na época, o presidente ainda revelou que seriam investidos R$ 4 milhões para uma reforma completa dos prédios na “Cidade Tricolor” ainda este ano com dinheiro retirado do próprio clube.

Deixe seu comentário

3 Comentário

  1. A sardinhada acredita em tudo, até nessa sandice.
    São bobinhos e irracionais.
    Esqueçam seus otários.
    Os imóveis são legalmente da OAS e estão bloqueados pela justiça federal, por conta da leniência da empresa.

  2. Luis Fernando foi emprestado para um time Dinamarquês: encurtador.com.br/lwEIU
    Só achei estranho o tempo de vínculo com o Bahia até 2021, deveria ter estendido antes de emprestá-lo.

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*