Bahia tenta empréstimo de Anderson Talisca junto à chineses, diz Site

Jogador tem um salário fora da realidade do futebol brasileiro

Ainda que seja uma tarefa bem complicada e, inclusive, tenha sido “negada” pelo presidente Guilherme Bellintani, o torcedor do Esporte Clube Bahia pode ter novamente uma surpresa, assim como aconteceu com Fernandão, anunciado após o mandatário garantir que não tinha condições financeiras para repatriar o camisa 20. Dessa vez, o foco é o meia-atacante Anderson Talisca, que está no Fazendão fazendo tratamento de uma lesão na coxa e após vazar uma imagem dele ao lado de Gilberto, vários boatos tomaram conta das redes sociais.

 

Apesar do salário astronômico, fora da realidade do futebol brasileiro, o Esporte Clube Bahia estaria mesmo tentando contratar Anderson Talisca, porém, através de um empréstimo junto ao Guangzhou Evergrande, da China. De acordo com informação do site METRO1, a diretoria do Esporte Clube Bahia abriu oficialmente negociações para tentar repatriar o jogador de 25 anos, revelado na base tricolor, e que tem 11 gols em 12 jogos pela equipe chinesa. Em 2018, ele anotou 16 gols em 18 partidas. A iniciativa é contar com Talisca até o fim da temporada 2019.

Questionado sobre o assunto, o presidente do Bahia, Guilherme Bellintani, disse que ainda não dá. “Falando bem direto, não dá ainda. É um jogador que nos honra, um dia vai voltar, mas Talisca está fazendo tratamento, então tem cerca de 60 dias de tratamento no mínimo. Escolheu o Bahia, que tem profissionais à altura. Me ligou, abrimos as portas”, afirmou o dirigente.

Natural de Feira de Santana, Anderson Souza Conceição, mais conhecido como Anderson Talisca, foi revelado na divisão de base do Bahia e após duas grandes temporadas pelo tricolor em 2013 e 2014, foi vendido por R$ 12 milhões ao Benfica-POR. Antes de chegar ao Guangzhou Evergrande, ele atuou no Besiktas, sempre sendo destaque por onde passou.

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*