Ricardo David ignora recomendação do Conselho Deliberativo do Vitória

Conselheiros tentam agilizar as eleições para novo presidente

Foto: Divulgação / EC Vitória

Depois de muita pressão, o ainda presidente Ricardo David aceitou encurtar seu mandato e antecipar as eleições no Esporte Clube Vitória, o que deve ser aprovado na assembleia geral extraordinária (AGE) marcada para o dia 31 de março. No entanto, mesmo com os dias contados, o mandatário segue tomando atitudes que geram ainda mais a insatisfação não só da torcida, como de conselheiros, que tentam de todas as formas agilizar a saída do dirigente.

Um dos motivos de insatisfação recente foi a contratação do técnico Cláudio Tencati. De acordo com o Bahia Notícias, por conta dos problemas financeiros, o presidente do Conselho Deliberativo, Robinson Almeida, recomendou não gerar despesas sem previsão de receitas para não atrapalhar o planejamento de uma possível futura gestão, ainda mais pelos dois meses de salários atrasados.

Porém, além de rescindir com Marcelo Chamusca e fechar com Cláudio Tencati, a diretoria demitiu o preparador físico Daniel Azambuja. Quem assumirá a função é Fábio Maratson, que estava no Cianorte. A ideia de alguns Conselheiros é promover a eleição na segunda semana de abril, enquanto outros defendem uma intervenção no clube.

 

A pressão em cima de Ricardo David só aumenta. Muito antes do rebaixamento para a Série B do Campeonato Baiano, ele é alvo de duras críticas. Esse ano, a situação só piorou com a desclassificação precoce na Copa do Brasil e, pior, a eliminação na primeira fase do Campeonato Baiano, sobrando agora na temporada apenas a Copa do Nordeste, em que ainda não venceu, e o Brasileiro da Série B.

Deixe seu comentário

1 Trackback / Pingback

  1. Dunia Bola Indonesia

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*