O ataque mais positivo do Brasil x A postura do Bahia dentro de campo

Gilberto ajuda a colocar o Esquadrão no topo dos ataques

Foto: Felipe Oliveira / EC Bahia

Atualmente podemos afirmar que o Esporte Clube Bahia está bem servido de atacantes, afinal somos até o momento o ataque mais positivo do Brasil. Com 28 gols, doze deles marcados pelo artilheiro do Brasil na atual temporada em onze jogos, Gilberto ajuda a colocar o Esquadrão no topo dos ataques de times mais positivos do Brasil.

Com Gilberto vivendo um excelente momento, o Bahia segue a trilha dos times que nesse início de ano vem fazendo uma grande diferença quando falamos de gols marcados. É bem verdade que ele não faz tudo sozinho, vale aqui ressaltar o bom momento vivido por Shaylon, Élber, Douglas Augusto, Gregore um dos mais regulares e por que não citar o zagueiro Lucas Fonseca que tem contribuído até em passes para gol. Mas, sabemos que nem tudo está a contento no esquadrão.

Se por um lado temos um dos ataques mais positivos do Brasil, por outro percebemos a fragilidade do Bahia dentro de campo em alguns momentos de um jogo. Essa questão nos faz repensar em relação a necessidade de mudança do time em algum sentido. Todos nós já sabemos a qualidade de muitos jogadores que foram contratados, porém não dá para entender a postura deles dentro de campo. Será falta de vontade? Eu particularmente acredito que não, o que falta mesmo é uma mudança de postura. Ou seja, alguns jogadores precisam entender a grandeza do Esporte Clube Bahia e o que estamos pleiteando nesse ano de 2019 quando falamos de conquistas.



O Esporte Clube Bahia, participa atualmente de três competições e uma delas é consideravelmente a mais importante. Após o Bahia ter saído da Copa Sul-americana quando foi derrotado pelo Liverpool do Uruguai dentro dos seus domínios e empatado a partida fora de casa. A Copa do Brasil, é de fato a competição mais importante para o Esquadrão no momento. Não podemos esquecer do campeonato Brasileiro que já vai começar e da importância das outras competições como Copa do Nordeste e Campeonato Baiano. Cada uma dessas competições tem a sua devida importância. Mas, a Copa do Brasil pode fazer o Bahia chegar longe e quem sabe disputarmos a tão sonhada Libertadores novamente.

Tendo participado em três oportunidades, cujo os anos foram 1960, 1964 e 1989 anos esses que deixam saudades para quem pode ver o esquadrão de aço em outro patamar. Mas, enquanto torcedores estamos sempre atentos para poder cobrar quando for preciso com o intuito de que o Bahia volte a ser dentro de campo um time com uma postura diferenciada. Com isso, poderemos acreditar que está sendo mostrado dentro de campo o melhor que cada um dos jogadores pode oferecer de acordo com sua posição.

Nesse momento com muita certeza do que digo não é o melhor que eles podem render dentro de campo. Mas, continuo acreditando no time e entendo que essa postura logo será mudada e dessa forma poderemos ter mais confiança em todo o time dentro de qualquer uma dessas competições.
Abraço a todos!

Marcos Leite – Professor, Torcedor apaixonado pelo Esporte Clube Bahia e colaborador do Futebol Bahiano.

Deixe seu comentário

2 Comentário

1 Trackback / Pingback

  1. informatii diverse

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*