Goleiro da Chapecoense é demitido após ferir ex-namorada com uma faca

O caso ocorreu em um salão de beleza na última quarta

goleiro da chapecoense

Acusado de roubar o celular e ferir a ex-namorada com uma faca em Espinosa, o goleiro Ivan Soares, de 35 anos, foi demitido pela Chapecoense. “A Associação Chapecoense de Futebol comunica, oficialmente, o desligamento do goleiro Ivan dos quadros do clube”, divulgou a Chape em seu site oficial, sem mais detalhes.

Segundo informações do G1, Gilsivan Soares da Silva, conhecido como Ivan, avistou a ex-namorado com outro homem e suspeitava que os dois tivessem um relacionamento amoroso, tentou se certificar da relação através dos celulares do casal. Ele estava na cidade porque tem família no Norte de Minas e tentava retomar a relação com a ex.

O rapaz de 21 anos, que teve o celular roubado pelo goleiro, foi quem acionou a polícia. Ele relatou aos militares que passava pelo Bairro São Cristóvão quando foi surpreendido por Ivan Soares. Simulando ter uma arma no porta-luvas do carro que conduzia, o autor obrigou o rapaz a entregar o celular. Logo em seguida, a ex-namorada do goleiro também procurou a polícia.

 

Segundo relatos da vítima às autoridades, Gilsivan ficou inconformado com o término do relacionamento e foi até o local em busca de reconciliação. Diante da negativa, o goleiro pegou o celular da ex e pediu a senha de acesso. Ele estava desconfiado de que a mulher já tinha outro namorado.

Sem conseguir os dados, Gilsivan foi até a cozinha, pegou uma faca, agarrou a vítima pelo pescoço e exigiu a combinação de números. Temendo pela vida, a mulher cedeu. Nesse momento, o objeto cortante caiu e machucou o pé da ex-namorada. O atleta deixou o salão e não foi visto na cidade desde então. A vítima foi levada para o hospital, onde foi constatada uma fratura na falange proximal do pé esquerdo.

Deixe seu comentário

3 Trackbacks / Pingbacks

  1. p38590#forum.krajowy.biz
  2. home
  3. Satellite Installs Edinburgh

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*