Bahia faz o feijão com arroz, vence o Santa Cruz-RN e avança na Copa do Brasil

Esquadrão enfrenta o CRB na terceira fase da competição

Foto: Augusto César Gomes

Jogando aquele tradicional feijão com arroz e novamente dependente do atacante Gilberto, o Esporte Clube Bahia não fez uma partida de encher os olhos, muito longe disso, atuou com o freio de mão puxado, mas venceu na noite desta quarta-feira (06) o Santa Cruz de Natal, na Arena das Dunas, por 1 a 0, placar magro, porém, suficiente para colocar o Esquadrão na terceira fase da Copa do Brasil para enfrentar o CRB de Alagoas que, por sua vez, avançou após eliminar o Goiás nos pênaltis (3 x 2) depois de empatar no tempo normal por 1 a 1. Na próxima fase, serão dois jogos (ida e volta). Os horários das partidas e mandos de campo ainda serão definidos através de sorteio.

Apesar da inferioridade do adversário que disputou pela primeira vez a Copa do Brasil, o Esporte Clube Bahia deixou a desejar, principalmente no segundo tempo quando se acomodou e quase se complicou levando sufoco do modesto Santa Cruz de Natal, sendo salvo pelo goleiro Douglas. No entanto, fez o seu dever que era vencer e avançar de fase, prevalecendo o dito “futebol de resultado”. Ainda assim, deixou o campo sob vaias da torcida.

O único gol da partida aconteceu aos 28 minutos do primeiro com o centroavante Gilberto, convertendo penalidade máxima sofrida por ele mesmo. Com mais um tento, o camisa 9 chegou a impressionante marca de 12 gols em 11 partida na temporada, se isolando na artilharia do Brasil em 2019. Foi o terceiro gol dele na Copa do Brasil diga-se, todos os gols marcados pelo Esquadrão na competição, até aqui, saíram dos pés do matador.

Sem o zagueiro Jackson (com desconforto no joelho) e o atacante Arthur Caíke (com incômodo na coxa), o Bahia enfrentou o Santa Cruz-RN com: Douglas, Nino Paraíba, Ernando, Lucas Fonseca e Moisés; Gregore (Flávio) e Douglas Augusto; Élber (Artur), Ramires (Guilherme) e Shaylon; Gilberto. O volante Gregore deixou o campo aos 35 minutos do segundo tempo sentindo muitas dores e preocupa para o BA-VI.

O próximo compromisso do Bahia é o clássico BA-VI, retornando à Salvador e reencontrando o seu torcedor após SETE partidas consecutivas fora de casa. O Esquadrão enfrenta o Vitória no domingo, às 16h, na Arena Fonte Nova, pela oitava (penúltima) rodada do Campeonato Baiano, novamente com torcida única por determinação do Ministério Público (MP-BA). O Tricolor ocupa o 3º lugar no Estadual com 11 pontos, enquanto o Leão é o líder com 12.



Confira os melhores momentos do jogo Santa Cruz-RN 0 x 1 Bahia

Deixe seu comentário

4 Comentário

  1. A mediocridade é a tônica. Para quem gosta de “futebol de resultados” fique feliz, até o dia em que a sequência de derrotas passe a ocorrer, pois é apenas uma questão de tempo.
    O treinador que manteve a base do time do ano passado, não conseguiu arrumar nenhum setor. Ou contrata 30 jogadores ou troca o técnico. Não consigo acreditar que esse grupo só consiga render isso que tem apresentado durante esta temporada. Já se passaram 2 meses e a equipe ainda não evoluiu em nada.

  2. Time simplesmente ridículo, este do Bahia. Não venceu ninguém. O adversário é que perdeu para ele mesmo. Aliás, o adversário pelo visto é uma casa abaixo quando comparado ao GALICIA. Não vence o Jacobina e seria goleado pela Jacuipense mesmo jogando lá.

1 Trackback / Pingback

  1. 메이저사이트

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*