Único invicto, Vitória empata com a Juazeirense e retoma liderança do Campeonato Baiano

Vitória continua sendo o único invicto no Campeonato Baiano

O triunfo seria o ideal, no entanto, o Esporte Clube Vitória jogando aquele feijão com arroz básico e ainda sem mostrar nenhuma evolução importante, empatou em 1 x 1 hoje à tarde, com a Juazeirense no Estádio Adauto Moraes. Se o triunfo não veio, o empate foi o placar suficiente para o Leão reassumir a liderança “compartilhada” no Campeonato baiano com o Bahia de Feira que ontem à tarde ficou no empate em 2 x 2 com o Jequié e agora ambos somam 12 pontos, com o Leão acima quando aplicado o critério de desempate dos gols marcados. Vale lembrar que o Bahia de Feira tem um jogo a mais que os demais.

Jogo equilibrado, porém, com poucas emoções de lado a lado, exceto no final do primeiro tempo quando o atacante Nino Guerreiro desperdiçou uma penalidade cometida pelo zagueiro Ramon. No segundo tempo, o jogo ganhou novos ares com o Vitória melhorando o desempenho com a entrada de Neto Baiano, porém, quem abriu o placar para o Vitória foi Léo Ceará, contudo, pouco tempo teve o torcedor do Vitória para comemorar, já que um minuto depois, Gustavo Balotelli empatou para a equipe do interior do estado registrando o empate em 1 x 1 que acabou sendo justo para o que apresentaram as duas equipes durante os 90 minutos de jogo.

A sétima rodada só será finalizada na quarta-feira (27), com três partidas, destaque para a dupla BA-VI que estará em campo. O Vitória enfrenta o Atlético de Alagoinhas, às 20h30, no Estádio do Barradão, enquanto o Bahia certamente utilizando um time alternativo visita o Jacuipense, às 21h30, no Estádio Eliel Martins. O outro confronto será entre Juazeirense e Jacobina, às 20h30, no Adauto Moraes, em Juazeiro.

Logo após, o Leão entra no recesso do carnaval e no retorno encara novamente no Barradão, o Botafogo-PB complementando a quinta rodada da Copa do Nordeste.



Depois de sete rodadas, o Esporte Clube Vitória é a única equipe invicta após disputadas 32 partidas pelo Campeonato Baiano. 94 gols marcados, uma média de 2,93 gols por jogo. O artilheiro da competição é João Neto, do Atlético de Alagoinhas, com 6 gols. Pablo, do Jequié, e Jeam, do Jacobina, vêm a seguir empatados com 4 gols. Arthur Catulé do ECPP, Shaylon do Bahia, Peixoto do Atlético de Alagoinhas, Jarbas do Bahia de Feira, Marcelo Nicácio do Jacobina e Bambam do Fluminense de Feira marcaram três gols cada um.

A primeira fase será disputada pelos dez clubes em turno único. Os quatro primeiros passarão para as semifinais. Nesta fase, o primeiro colocado encara o quarto, enquanto o segundo e terceiro se enfrentarão. Os dois confrontos serão no sistema de ida e volta. O mando de campo da segunda partida será do time de melhor campanha. Havendo empate em número de pontos ganhos e saldo de gols, as vagas na final serão decididas nas cobranças de pênaltis. A final também será decidida em jogos de ida e volta, seguindo os mesmos critérios.

O campeão baiano garante uma das vagas na Copa do Nordeste 2020. A segunda vaga será do clube melhor classificação no ranking nacional de clubes da CBF divulgado pela entidade nacional no final da temporada 2019. A terceira vaga, para a pré Copa do Nordeste será do será do segundo clube melhor colocado no ranking nacional. Os três primeiros colocados do Baianão levarão as vagas na Copa do Brasil de 2020.

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*