Marcelo Chamusca se irrita com pergunta sobre demissão: “É piada”

"Se perguntar com falta de respeito, nem respondo", disparou

Foto: Mauricia da Matta / EC Vitória

O técnico Marcelo Chamusca se irritou com uma pergunta feita por um jornalista em entrevista coletiva desta sexta-feira na sala de imprensa do Barradão após o grupo se reapresentar depois da eliminação para o Moto Club na Copa do Brasil. Questionado se ele teme ser demitido em caso de um resultado negativo, o treinador rubro-negro soltou o verbo e disse que a pergunta era uma piada.

“Você sabe mais do que ninguém que uma das profissões mais ingratas que existe é a de treinador de futebol. Vai do céu ao inferno em pouco tempo. Você teme em ser demitido em caso de um resultado negativo?”, perguntou o jornalista.

“Falar nisso agora não existe. É piada essa pergunta, falar de demissão…Se perguntar com falta de respeito, nem respondo. Perguntar isso agora não tem fundamento nenhum. Respeito sua pergunta, mas não tem fundamento nenhum. Primeiro jogo que perco aqui. E esse grupo que jogou na quarta-feira também perdeu seu primeiro jogo. Muito cedo para responder esse tipo de pergunta. Respeito qualquer pergunta, mas não tem como responder uma pergunta dessa em momento como esse”, responder Chamusca.

Veja mais abaixo:



“Todo jogo o treinador prepara o time para vencer. Todos os jogos. Se for pegar um retrospecto, o que aconteceu nessas duas semanas de Copa do Brasil, o que aconteceu não foi só com o Vitória. Guarani, Ponte Preta, Coritiba. Não é dessa forma que temos que fazer o futebol. Até semana passada o grupo de jogadores tinha qualidade, o planejamento estava certo, o treinador era capacitado. Hoje não presta mais ninguém? Não é assim que funciona. O time não teve rendimento satisfatório, foi eliminado de uma competição importante. Acabou. Por causa disso vai soltar uma bomba aqui e acabar com tudo o que foi feito no último mês? Estamos montando um time novo, comissão técnica nova, estamos tentando fazer um trabalho. Se perde um jogo, está tudo errado? O time reagiu no Ba-Vi e torcedores ficaram satisfeitos. Parece que caiu uma bomba aqui e não presta mais nada. O regulamento traz esse tipo de situação. O regulamento foi feito para os times com menor investimento terem essa condição. Estamos falando de futebol, onde tudo é possível de acontecer. Não tem ninguém satisfeito aqui. Mas se achar que ninguém presta aqui porque perdeu um jogo, será exagero por parte de todos. É minha opinião”, finalizou o treinador.

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*