Bellintani espera terminar seu triênio com R$ 75 milhões com venda de atletas

Esquadrão já vendeu R$ 39 milhões na era Bellintani

Com um ano e um mês à frente do Esporte Clube Bahia, o presidente Guilherme Bellintani se mostrou muito cuidadoso e transparente quando se trata de vendas de jogadores e essa forma de conduzir as negociações tem gerado elogios por parte dos torcedores. Até o momento, o clube já soma R$ 39 milhões com vendas de atletas, a última de Júnior Brumado, que agradou quase a totalidade da torcida.

Brumado, que não teria tantas oportunidades essa temporada devido a concorrência de Gilberto, Fernandão e Iago para o setor de ataque, foi vendido ao Midtjylland, da Dinamarca e atual campeão nacional. O jogador, de 19 anos, foi vendido por 9,5 milhões e o Tricolor Baiano ainda manteve 15% de lucro em uma futura venda.

Antes de Brumado, a gestão de Bellintani já havia negociado o meia Zé Rafael (R$ 14,5 milhões por 70%, ao Palmeiras), o goleiro Jean (R$ 9 milhões por 70%, ao São Paulo) e o lateral-esquerdo Juninho Capixaba (R$ 6 milhões, ao Corinthians). Lembrando que o meia Ramires é outro que pode deixar o Tricolor podendo aumentar e muito os números, e ‘estourar’ a meta estipulada pelo presidente. O destino mais provável é o futebol europeu.

Guilherme Bellintani projeta terminar os seus três primeiros anos de mandato com R$ 75 milhões com vendas de jogadores. Veja abaixo:



“É uma coisa boa. Colocamos na nossa gestão as metas de R$ 20 milhões em 2018, partimos para atingir R$ 25 milhões em 2019 e R$ 30 milhões em 2020. Portanto, espero terminar com R$ 75 milhões no triênio com venda de atletas. Nem todo mundo vai dar certo, mas isso vai colaborando para que o Bahia seja um vendedor de atletas”, disse o mandatário tricolor.

Deixe seu comentário!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*