Meia é liberado de pena e Vitória está quase pronto para estrear no Baianão

Leão enfrenta o Vitória da Conquista na quinta-feira

Foto: Maurícia da Matta / ECV

Com a liberação do meia Yago, que conseguiu a conversão da pena anteriormente imposta de dois jogos de suspensão para doação de 400 unidades de leite em pó integral para instituições de caridade (200 para o Núcleo de Apoio Ao Combate do Câncer Infantil e outras 200 unidades para a Casa de Apoio e Assistência ao Portador do Vírus HIV/AIDS), o Esporte Clube Vitória está quase pronto para estrear no Campeonato Baiano, diante do Vitória da Conquista, na próxima quinta-feira, no Barradão.

Nesta terça-feira (22), o técnico Marcelo Chamusca praticamente definiu o time, segundo a assessoria do Leão. Porém, vai aguardar a movimentação final, na tarde desta quarta-feira (23), véspera do duelo, para confirmar a formação.

No coletivo desta terça, o treinador ficou impossibilitado de contar com o lateral-esquerdo Benítez. O argentino reclamou de um desconforto na coxa esquerda e o médico Rodrigo Vasco da Gama recomendou que o atleta ficasse em tratamento com os fisioterapeutas. Seu compatriota, Arroyo, o substituiu no treinamento. Com isso, o time seria o seguinte: Ronaldo; Jeferson, Thales, Edcarlos e Marcelo Arroyo; Wesley Dias, Leandro Vilela; Yago, Ruy e Andrigo; Léo Ceará.



Uma parte do aquecimento, com movimentos de alongamento e flexibilidade, foi conduzida pelo assistente Lucas Penha. O preparador físico Daniel Azambuja concluiu dividindo o grupo em dois para um trabalho de posse de bola e marcação em dois quadrados. No gramado principal do Barradão, Chamusca comandou o coletivo e testou diversas variáveis de jogo.

A preparação será finalizada nesta quarta e os atletas seguem, após o treino, para a concentração Vidigal Guimarães. O goleiro João Gabriel permanece em tratamento do desconforto no joelho.

Deixe seu comentário