Bahia supera Sport e Vitória e assume a liderança do futebol do Nordeste

CBF divulgou o ranking atualizado para o ano de 2019

Foto: Felipe Oliveira/Divulgação/ECBahia

Nesta quarta-feira (05), a Diretoria de Competições da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) divulgou  o Ranking Nacional de Clubes (RNC) 2019, apresentando um avanço significativo do Esporte Clube Bahia que esse ano passou a ser o clube nordestino melhor classificado, superando os rubro-negros Vitória e Sport-PE que apareciam na frente do Tricolor na temporada passada.

O Bahia, que era o 21º (6.647) ao final de 2017, subiu seis degraus, ocupando agora o 15º lugar com 8.862 pontos, deixando para trás Sport-PE (que caiu de 15º com 8.770 para 16º com 8.450) e também o Vitória que deixou o 18º lugar (antes com 7.690) para ocupar a 17ª colocação com 8.329 pontos. Assim como o Esquadrão, o Ceará foi outro nordestino que ganhou posições na tabela, saindo de 27º com 5.553 para 23º com 6.274 pontos.

Campeão da Série B e novo integrante da Série A em 2019, o Fortaleza subiu do 42º com (3.289) para o 33º (4.222). Outro nordestino que irá figurar na elite do futebol nacional em 2019, o CSA de Alagoas foi quem mais subiu de posição, saindo do lugar 59 com 1.521 para ocupar o 45º com 2.850.

Campeão brasileiro, o Palmeiras assumiu a liderança isolada, já que no ano passado dividia o topo empatado com o Cruzeiro. Agora o Verdão tem 16.914 pontos, enquanto a Raposa aparece na vice-liderança com 15.822. O ranking atribui pontos aos times dependendo de sua classificação nos campeonatos promovidos pela CBF nos últimos cinco anos. A explicação dos critérios você confere mais abaixo, no fim da matéria.

Veja o ranking abaixo:



Critérios do ranking:

O ranking considera a participação do clube em competições realizadas nos últimos cinco anos (ranking dinâmico). Para cada um dos cinco anos do período considerado, do mais recente ao mais distante, são atribuídos pesos, a serem convertidos sobre cada pontuação:

1 – Ano vigente (n) Pontos x 5
2 – Ano imediatamente anterior (n-1) Pontos x 4
3 – Ano anterior (n-2) Pontos x 3
4 – Ano anterior (n-3) Pontos x 2
5 – Ano anterior (n-4) Pontos x 1

A pontuação máxima de cada Série (A/B/C/D) representa o dobro da pontuação da Série inferior. A pontuação do clube vice-campeão de uma Série é sempre 80% da pontuação do campeão. A pontuação dos terceiros e quartos lugares de uma Série é sempre, respectivamente, 75% e 70% da pontuação do campeão.

Da classificação 24 em diante repete-se a pontuação da posição 23. A menor pontuação de uma Série é sempre superior à atribuída ao campeão da Série imediatamente inferior.

Considerando que a Copa do Brasil de 2013 a 2016 foi disputada em sete fases, foi atribuído para o referido período 10 pontos para os clubes participantes da Fase Preliminar (Acre x Espírito Santo), que ocorreu entre aos anos de 2013 a 2015.

Por consequência, a Fase 1 recebeu a pontuação da Referência 8, para Fase 2 atribui-se a referência 7 e para os clubes da Fase 3, a pontuação da Referência 6.

A partir de 2017, quando não há mais Fase Preliminar e a Copa do Brasil passa a ter oito fases, a referência 9 (15 pontos) destina-se aos participantes da Fase 1. Para as demais fase segue a pontuação da Tabela 2.

Deixe seu comentário