Bahia garante sua melhor colocação na era dos pontos corridos e fatura R$ 1,3 milhão

Esquadrão terminou em 11º com 48 pontos

Fotos: Felipe Oliveira / EC Bahia

Com o empate contra o Cruzeiro por 0 a 0 neste domingo (2), no estádio de Pituaçu, o Esporte Clube Bahia terminou o Campeonato Brasileiro no 11º lugar, com 48 pontos. Essa não foi a melhor pontuação do clube na história da Série A de pontos corridos (já que não superou os 50 pontos de 2017), porém, superou sua melhor colocação na competição que era o 12º lugar conquistado em 2017 sob o comando de Paulo César Carpegiani.

Com a 11ª colocação, o Bahia garante vaga entre os classificados para a Copa Sul-Americana, além disso, embolsa R$ 1.381,770 da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) pela sua campanha na Série A. Campeão de 2018, o Palmeiras faturou R$ 18.069,300. O vice-campeão Flamengo, por sua vez, ficou com R$ 11.373,030. Lembrando que só são premiados os 16 primeiros colocados. Os rebaixados não recebem.



VEJA AS PREMIAÇÕES DO BRASILEIRÃO:

Campeão: R$ 18.693.300,00
Vice-campeão: R$ 11.373.030,00
3º lugar: R$ 7.759.170,00
4º lugar: R$ 5.633.370,00
5º lugar: R$ 4.092.165,00
6º lugar: R$ 2.763.540,00
7º lugar: R$ 2.391.525,00
8º lugar: R$ 2.072.655,00
9º lugar: R$ 1.806.930,00
10º lugar: R$ 1.594.350,00
11º lugar: R$ 1.381.770,00
12º lugar: R$ 1.222.335,00
13º lugar: R$ 1.062.900,00
14º lugar: R$ 956.610,00
15º lugar: R$ 850.320,00
16º lugar: R$ 744.030,00

Comentários:

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*