Vitória precisa vencer o Bahia e ainda torcer por tropeços de Sport e Ceará

Para sair do Z-4, não basta o triunfo no BA-VI. Precisa secar

Foto: Maurícia da Matta / EC Vitória

O Campeonato Brasileiro da Série A se avizinha do seu final. Quatro jogos da 33ª rodada foram realizados no sábado e neste domingo outros duelos vão começar o pintar o quadro e a configuração do que teremos na próxima temporada. Assim como no passado, quando Corinthians sagrou-se campeão com três rodadas de antecedência, este ano o privilégio será seguramente de outro paulista, agora o Palmeiras que enfrenta hoje à tarde o Clube Atlético Mineiro, um provável triunfo do Verdão significará no primeiro momento aplicar oito pontos em cima do Internacional, hoje o vice-líder da competição, inviabilizando praticamente qualquer emoção e disputas nas próximas rodadas.

Além disso, na sequência o Palmeiras encontrará adversários quando não já mortos, perto disso, como Paraná, América-MG e o nosso Vitória na última rodada, portanto, a fatura já foi emitida e o Verdão apenas aguarda os créditos correspondentes no momento ideal e no valor integral. Isto é lado negativo do sistema de pontos corridos que vem transformando a ano a ano últimas rodadas do Campeonato Brasileiro em algo sem valor quando considerado a briga pelo título.

Na parte de baixo da tabela uma sentença proferida, outras encaminhadas. O Paraná desperdiçou um ano de sua história na Série A. Já rebaixado, o tricolor do estado do Paraná foi apenas um saco de pancada e já foi embora e deve demorar outros 10 anos para voltar. Já o América-MG ao perder ontem dentro de casa para o próprio Paraná mostrou um apetite enorme para retornar as origens.



A Chapecoense, dentro de 5 anos na Série A fazendo apenas campanhas aceitáveis, porém, sempre maximizada por ter menor estrutura, perdeu o fôlego e no meu entendimento dá uma pausa na sua trajetória de clube de Série A ao final deste ano. Assim, acredito que o quarteto dos rebaixados, um está definido, dois bem encaminhados, restando uma vaga numa briga entre três clubes nordestinos. Vitória, Sport-PE e Ceará. Desse mato, certamente sairá um coelho correndo para a Série B apesar das esquisitices que vez por ora aparece no futebol.

O Vitória não tem alternativa. Hoje à tarde precisa vencer o Bahia e, além disso, somar ao triunfo, tropeços de um dos seu adversários: Ceará que em casa enfrenta o Internacional e Sport-PE que no Rio de Janeiro enfrenta o Fluminense com o time completo. Um triunfo é de fundamental importância para continuar sonhando com a sobrevivência, no mesmo modo que uma derrota pode ser o carimbo no passaporte com destino para divisão intermediaria do campeonato Brasileiro.

Se vencer o BA-VI, o Vitória pode deixar a zona de rebaixamento e chegar até a 15ª colocação, porém, para isso precisa não basta vencer, precisa torcer por tropeços de Ceará e Sport-PE, além disso, obtendo êxito, o Leão ficaria há 3 pontos de Bahia e Corinthians. Porém, uma derrota no clássico, pode complicar de vez a situação, principalmente se os concorrentes vencerem seus jogos, podendo ainda ser ultrapassado pela Chapecoense que enfrenta o Santos. Perdendo ou até mesmo empatando, a crise aumentaria e o Rubro-Negro chegaria bastante pressionado para o duelo contra o Sport-PE na próxima rodada em um autêntico jogo de SEIS pontos na Ilha do Retiro.

Jogos da 33ª rodada abaixo



Sábado (10/11)
16h – América-MG 0 x 1 Paraná
16h – Corinthians 1 x 1 São Paulo
18h – Atlético-PR 2 x 0 Cruzeiro
18h – Botafogo 2 x 1 Flamengo

Domingo (11/11)
16h – Atlético-MG x Palmeiras
16h – Vitória x Bahia
16h – Ceará x Internacional
16h – Grêmio x Vasco
16h – Fluminense x Sport-PE

Segunda-feira (12/11)
20h – Santos x Chapecoense

Vitória x Bahia no Barradão: TABU, rivalidade, prováveis escalações e onde assistir

Deixe seu comentário!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*