Técnico e goleiro do Flamengo discutem e são contidos por diretor

Reunião terminou em bate-boca no Ninho do Urubu

Apesar do Flamengo estar em 2º no Campeonato Brasileiro e brigando pelo título, o clima segue quente no Ninho do Urubu. De acordo com informações do site “Coluna do Flamengo”, confirmada pelo Lance!, o técnico Dorival Júnior e o goleiro Diego Alves tiveram uma discussão acalorada na última quarta-feira e tiveram de ser contidos pelo diretor de futebol Carlos Noval, fazendo com o que o clima na vestiário ficasse ainda pior.

O bate-boca teria começado quando Diego Alves convocou os companheiros para uma reunião, sem a presença de Dorival, para que pudesse dar a versão sobre o fato de ter se recusado a viajar para Curitiba, onde o time rubro-negro encarou o Paraná, ao saber que ficaria no banco de reservas. O treinador não gostou nada quando soube da reunião e chamou o elenco para uma conversa.



Nesta conferência, houve uma ríspida discussão entre eles após o treinador confrontar a explicação do camisa 1, tendo de acontecer uma separação. Após o episódio, os próprios jogadores pediram que a reunião chegasse ao fim. Recentemente, Diego Alves se encontrou com o vice-presidente de futebol Ricardo Lomba e expôs algumas situações que estavam causando incômodo a ele.

Logo após o ato de indisciplina do goleiro, há cerca de duas semanas, Lomba e Noval falaram sobre possíveis punições, mas sem entrar em maiores detalhes, apontando que uma rescisão de contrato não estava no radar da diretoria naquele momento. Nesta semana, o goleiro participava de um treinamento com o restante do elenco quando sofreu uma entorse no joelho direito. Ele tem contrato com o Flamengo até 2020.

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*