Ex-jogador de Bahia e Vitória morre após partida de campeonato amador

Esquerdinha jogou no Bahia, mas se destacou no Vitória

Com passagem rápida pelo Bahia e de destaque pelo Vitória na década de 90, o ex-lateral paraibano Esquerdinha morreu na noite da última quarta-feira (31), em João Pessoa na Paraíba, fazendo o que mais gostava. Após entrar no segundo tempo de uma partida de campeonato amador, o ex-jogador – que se aposentou em 2007 – sofreu um infarto após o apito final e morreu aos 46 anos.

Após se sentir mal, ele chegou a ser socorrido para uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA), no bairro de Cruz das Armas, mas não resistiu. José Marcelo Januário de Araújo, o Esquerdinha, chegou na UPA por volta das 23h20, levado por alguns amigos. Os médicos tentaram reanimá-lo ainda durante 40 minutos, mas ele não voltou à vida.

Esquerdinha começou no Santos de Tereré, da capital paraibana, em 1989, e seguiu para o Botafogo-PB em 92, mas não chegou a assinar contrato considerando o valor baixo. Após passagem rápida pelo Bahia em 1995, vestiu a camisa do Vitória entre 1996 a 1998, onde se destacou conquistando dois títulos baianos (1996 e 1997) e a Copa do Nordeste de 97. Ele também jogou por Fluminense, Porto (POR), Zaragoza (ESP), Académica (POR) e Goiás.

Esquerdinha encerrou a carreira no Botafogo-PB em 2007. Após a aposentadoria, chegou a trabalhar como auxiliar técnico do Botafogo-PB e do Santa Cruz-PB, mas logo abandonou a carreira.



Amigos de Esquerdinha relataram o momento em que tentaram ajudá-lo.

“Ele disse para alguns amigos que foram ao local que estava cansado e não estava conseguindo jogar. No vestiário, ele caiu depois do jogo. Os amigos não esperaram nem a ambulância chegar e já trouxeram ele para receber atendimento. Ele chegou praticamente sem vida – comentou uma funcionária da UPA.

“Foi uma luta dentro do vestiário, a gente tentando abanar. Chegaram a levar para a UPA, mas faleceu depois. Triste demais. Ele brigou para viver. Desfaleceu três vezes”, disse um dos amigos.

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*