Atlético-MG perde lateral, mas terá Ricardo Oliveira de volta contra o Bahia

O Esporte Clube Bahia recebeu ontem à noite o carimbo no alvará de funcionamento para ao exercício 2019 na condição de time da Série A ao vencer por 2 x 1 e de virada o Ceará em jogo que valeu pela trigésima quarta rodada do Campeonato Brasileiro da Série A. Com 44 pontos e na décima posição, o tricolor agora vai correr atrás de uma das vagas da Copa Sul-Americana.

Já começa no sábado quando visita o Atlético Mineiro, às 19h (horário da Bahia), no estádio do Independência, em Belo Horizonte. Para o jogo tricolor não terá o zagueiro Lucas Fonseca e o volante Elton. Ambos receberam o terceiro cartão amarelo nesta quarta-feira diante do Ceará e estão suspensos automaticamente.

Por outro lado, o volante Nilton e o atacante Júnior Brumado, que cumpriram suspensão contra o Vovô, retornam e ficam à disposição do treinador. Além disso, Gilberto também deve voltar ao time.



Já Atlético-MG que ainda briga por uma das vagas do G6, derrotou o Paraná Clube pelo placar de 1 x 0 chegou aos 50 pontos e abriu três pontos do seu maior do seu maior concorrente, o Atlético-PR que por sua vez, empatou em 1 x 1 com o Vasco da Gama em São Januário.

O Galo também terá desfalques e retornos para o duelo contra o Bahia. O lateral Emerson recebeu o terceiro cartão amarelo no triunfo sobre o Paraná,está fora do jogo. Patric deve assumir o posto. Em contrapartida, o Galo terá os retornos de Adilson e Ricardo Oliveira estão de volta ao time após cumprirem suspensão automática. Já o atacante colombiano Yimmi Chará, com dores no músculo adutor da coxa direita, será reavaliado e pode ser opção para o duelo no Independência.

Deixe seu comentário