Vinícius brilha, Bahia vence o Paraná e ganha um respiro no Brasileirão

O meia saiu do banco e anotou os gols do triunfo por 2 x 0

Foto: Felipe Oliveira/Divulgação/EC Bahia

O Esporte Clube Bahia teve um jogo na noite deste sábado onde a conquista dos três pontos era obrigatória, necessária e esperada, principalmente pelo torcedor que compareceu em peso ao Estádio Metropolitano de Pituaçu acreditando que o jejum de cinco jogos sem vencer na Série A seria encerrado diante do lanterna e quase rebaixado Paraná, e foi, porém, de uma forma sofrida, com gol de falta marcado pelo meia Vinícius aos quase 40 minutos do segundo tempo e novamente com ele aos 43 liquidando a fatura, um triunfo em forma de alívio para o time que vinha jogando bem nas partidas anteriores, mas sem conseguir triunfar, algo que finalmente aconteceu com o 2 x 0 fundamental.

Com o triunfo importantíssimo, o Bahia chegou aos 34 pontos e saltou para a 12ª colocação, abrindo uma boa margem da zona de rebaixamento. Agora o Esquadrão torce contra os concorrentes para manter a diferença para o Z-4: Vitória, Chapecoense, Vasco e Ceará, além do Sport-PE que tem 27 pontos e perdendo segue afundado.

O próximo compromisso do Tricolor Baiano é contra o Botafogo, no próximo sábado (20), às 16 horas, no Estádio Nilton Santos, no Rio Janeiro, pela 30ª rodada do Campeonato Brasileiro. Lembrando que atuando como visitante, até aqui, o Esquadrão só venceu o Ceará.



O Bahia demorou para entrar no jogo e foi do Paraná a primeira chance clara na etapa inicial com Deivid perdendo o gol cara a cara com o goleiro, chutando em cima de Douglas. O time visitante não se defendeu apenas, contra-atacou com boas triangulações e toques rápidos. No entanto, na parte final do primeiro tempo, o Esquadrão colocou a bola no chão e passou a jogar bola. Com isso, cresceu em campo e aos 43 teve sua melhor oportunidade com Zé Rafael finalizando para fora após grande jogada de Ramires. Nos minutos finais, o Tricolor ainda assustou com Zé Rafael cobrando falta e Ramires tentando um gol olímpico. Fora isto, só tentativas de chutes de longe, sem perigo algum.

O Esquadrão voltou para o segundo tempo com uma postura mais agressiva, como manda o figurino para quem joga em casa diante do seu torcedor, e quase abriu o placar logo aos 2 minutos com Zé Rafael cabeceando para grande defesa do goleiro Richard. O arqueiro começou a se tornar o nome do jogo e novamente impediu gol de Zé Rafael fazendo outra grande defesa. Antes disso, o time paranaense assustou com Alex Santana obrigando Douglas a trabalhar. A demora pelo gol começou a deixar a torcida impaciente, no entanto, Vinícius saiu do banco para tirar o grito da garganta, marcando de falta aos 39 e fechando a conta aos 43, sacramentado o triunfo por 2 x 0.

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*