Técnico do Vitória Sub-20 critica atitude de jogadores do Palmeiras

Foto: Maurícia da Mata/EC Vitória/Divulgação

Nesta quinta-feira (18), o time Sub-20 do Vitória entrou em campo pelos primeiros 90 dos 180 minutos que decidirão o campeão do Campeonato Brasileiro SUB-20. Porém, mesmo apoiado por 5 mil torcedores no estádio do Barradão e jogando o segundo tempo com um jogador a mais, o Vitória acabou sendo goleado por 4 x 1 pelo Palmeiras – que encaminhou o título inédito da competição. Os gols foram marcados por Luan Cândido, Papagaio (duas vezes) e Aníbal. Caíque fez o de honra do Leão.

Após o quarto gol do Palmeiras nos últimos minutos do acréscimo, a confusão tomou conta da partida por conta da comemoração provocativa dos palmeirenses que se direcionaram para a torcida rubro-negra. Assim iniciou uma briga entre jogadores dentro de campo e depois com a invasão de torcedores no gramado necessitando da intervenção da polícia militar impedindo algo pior, e encerrando o jogo antes mesmo do apito final do árbitro. O treinador do Leão lamentou o ocorrido e criticou a atitude dos jogadores do Palmeiras.

“Lamentável. Esse é o adjetivo mais próprio. Jogo estava sendo jogado, tudo normal. Quarto gol teve provocação, mas não tem que ter esse tipo de reação da nossa parte. Joga com hombridade, respeita todo mundo. Dá cinco, dá dez. Não precisa ter esse tipo de provocação. Lamentável o que aconteceu depois. Teve entrada de dirigente [do Palmeiras] dentro de campo, que é fora da caixinha”, disse em entrevista ao SporTV.



A grande finalíssima acontece na próxima quinta-feira, agora na Arena de propriedade do Palmeiras em São Paulo às 19h15. Lembrando que o campeão do Brasileiro SUB-20 enfrenta o campeão da Copa do Brasil Sub-20 e o vencedor deste encontro disputará a Copa Libertadores em 2019.

Vitória 1 x 4 Palmeiras: Veja o vídeo da confusão na final do Sub-20 no Barradão

Deixe seu comentário