Ex-técnico do Vitória recusa proposta de emprego da Chapecoense

Depois de alguns anos se sustentando dentro do Campeonato Brasileiro com um orçamento e estrutura menor que a maioria, nesta temporada, a Chapecoense encontra dificuldades para continuar na divisão. Em 18º lugar com 31 pontos, o time de Chapecó após demitir o técnico Guto Ferreira corre atrás do substituto faltando apenas 9 jogos para o final da competição e assim como na tabela de classificação enfrenta dificuldades.

Curiosamente nomes que passaram pelo clube recentemente são os preferidos pela direção. Gilson Kleina hoje na Ponte Preta é um dos nomes. No entanto, o profissional inicialmente recusou o convite.

Outro ex-técnico da Chapecoense também foi procurado. Agora Vagner Mancini. com passagem recente pelo Esporte Clube Vitória. O treinador foi peça importante na reconstrução da Chapecoense, após a tragédia aérea de novembro de 2016. Porém, o treinador que mora em Salvador, também recusou o convite



“Agradeci o convite, mas expliquei que é pouco tempo para realizar um trabalho que corresponda à expectativa de todos”, justificou à imprensa. Mancini conhece o grupo, por isso estava na pauta. Ele está desempregado.

Depois das recusas, o nome de Levir Culpi ganhou força nos bastidores. A assessoria do treinador, que está sem clube, garante que até então, não foi procurado por ninguém da Chapecoense.

Deixe seu comentário