Bellintani sobre o VAR: ‘R$ 800 mil no ano é uma mixaria perto do prejuízo’

Presidente do Bahia explicou como foi a reunião

Em entrevista ao programa “Futebol da Veia”, do canal ESPN, na última sexta-feira, o presidente do Esporte Clube Bahia, Guilherme Bellintani falou sobre diversos temas, entre eles, o polêmico árbitro de vídeo (VAR) que não foi aprovado pelos clubes na Série A. O mandatário explicou como foi a reunião, criticou quem votou contra a tecnologia e frisou que “R$ 800 mil por ano é uma mixaria perto do prejuízo que a gente tem com erros de arbitragem. Isso é um trocado”.

No entanto, o dirigente também comentou que não adianta ter o VAR com árbitros despreparados. Bellintani classificou como ‘armengue’ a possibilidade cogitada pelo Flamengo de contar o VAR (Árbitro de Vídeo) na reta final do campeonato. Bahia, Palmeiras, São Paulo, Flamengo, Internacional e Grêmio foram um dos que votaram à favor do VAR no Campeonato Brasileiro.

“[o VAR] Mal aplicado, é como você pegar a laranja e virar do avesso, que aí você expõe todos os problemas da arbitragem. O problema não é o produto [tecnologia], é a arbitragem e não só brasileira. Tivemos uma situação essa semana contra o Atlético-PR [pela Sul-Americana] com arbitragem argentina. Não vou aprofundar para não expor meu lado torcedor, o que não é a questão”, disse o mandatário.

VEJA O VÍDEO ABAIXO



Deixe seu comentário

2 Trackbacks / Pingbacks

  1. estate litigation lawyer
  2. 카지노사이트

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*