Atlético-PR superior ao Bahia no histórico de competições internacionais

Furacão tem mais experiência que o Esquadrão no torneio

Nesta quarta-feira (24), às 21h45, na Arena Fonte Nova, o Esporte Clube Bahia entra em campo para enfrentar o Atlético Paranaense pelos primeiros 90 minutos dos 180 decisivos que irão definir o time classificado para as semifinais da Copa Sul-Americana. A partida de volta acontecerá no dia 31 (quarta-feira), no mesmo horário, na Arena da Baixada. Aquele que sobreviver após os 180 minutos, enfrenta o vencedor do confronto entre Fluminense e Nacional do Uruguai.

Se analisarmos a história dos clubes em competições internacionais, o Atlético Paranaense é superior ao Esporte Clube Bahia. Mais experiente neste tipo de torneio, o Furacão participa da Sul-Americana pela sétima vez, além disso, tem cinco participações em Libertadores. Já o Bahia disputou três vezes à Libertadores (1960, 1964 e 1989), e cinco vezes a Sul-Americana.

As melhores campanhas do Atlético-PR foram o vice da Libertadores em 2005 e a semifinal da Sul-Americana em 2006. O Bahia chegou no máximo às quartas de final da Libertadores (em 1989) e faz em 2018 sua melhor campanha na história da Sul-Americana, alcançando de forma inédita as quartas de final.

No total, em competições internacionais oficiais, o clube paranaense somou 37 vitórias, 14 empates e 27 derrotas nesses torneios, ambos organizados pela Conmebol. O Bahia tem apenas 14 vitórias, oito empates e dez derrotas.

Veja abaixo histórico e premiações:



EC BAHIA
3 participações na Libertadores
5 participações na Sul-Americana
32 jogos (14 triunfos, 8 empates e 10 derrotas – 38 gols marcados e 33 sofridos)

ATLÉTICO-PR
5 participações na Libertadores
7 participações na Sul-Americana
78 jogos (37 vitórias, 14 empates e 27 derrotas – 113 gols marcados e 103 gols sofridos)

Na atual Copa Sul-Americana, o Furacão vive um grande momento, tanto fora como dentro de casa. Até então realizou seis jogos e obteve triunfo em cinco deles, perdendo apenas um na primeira fase. Venceu Newell’s Old Boys (em casa), Peñarol (lá e cá) Caracas (lá e cá).

Já o Esporte Clube Bahia, mesmo atuando quase sempre com times mesclados, eliminou Blooming, da Bolívia, goleando o segundo jogo, na Fonte Nova, por 4 x 0, o Atlético Cerro do Uruguai, vencendo aqui e empatando lá, além do Botafogo nas oitavas, vencendo em Salvador e perdendo no Rio, mas levando a decisão para os pênaltis onde brilhou o goleiro Douglas defendo duas penalidades.

CAMPANHA DO BAHIA 2018

Primeira fase:
Blooming 1 x 0 Bahia
Bahia 4 x 0 Blooming

Segunda fase:
Bahia 2 x 0 Atlético Cerro
Atlético Cerro 1 x 1 Bahia

Oitavas de final
Bahia 2 x 1 Botafogo
Botafogo 2 (4×5) 1 Bahia

CAMPANHA DO CAP 2018

Primeira fase:
Atlético-PR 3 x 0 Newell’s
Newell’s 2 x 1 Atlético-PR

Segunda fase:
Atlético-PR 2 x 0 Peñarol
Penãrol 1 x 4 Atlético-PR

Oitavas de final:
Caracas 0 x 2 Atlético-PR
Atlético-PR 2 x 1 Caracas

Gramado da Fonte Nova com buracos e em péssimas condições, relata Atlético-PR

Deixe seu comentário