“Tenho que ser respeitado. Não estou de sacanagem”, desabafa Neílton

Em má fase, o atacante vem sendo criticado pela torcida

Foto: Maurícia da Matta / EC Vitória

O atacante Neílton está longe, mas muito longe de ser aquele do primeiro semestre da temporada, quando era decisivo e se destacava com gols e assistências. Durante o Campeonato Brasileiro, o jogador teve uma queda absurda de rendimento e, inclusive, vem sendo contestado por parte da torcida e correndo risco até sentar no banco de reservas.

Neste sábado, na derrota do Vitória para o Ceará, por 2 x 0, no Castelão, o camisa 10 deixou o campo no decorrer do 2º tempo e foi vaiado pelos torcedores que compareceram ao jogo em Fortaleza (CE). Neílton, em entrevista à Rádio Metrópole, admitiu que vive um momento ruim, porém, garantiu que não está de sacanagem e merece respeito por tudo que fez pela equipe.

“Jogador vive de fase. Se for ver, praticamente no Brasil, o jogador que vive o ano inteiro em boa fase é difícil. Entendo minha fase, mas também tenho que ser respeitado por tudo que fiz esse ano e no ano passado. Estou trabalhando e me dedicando para que essa fase volte rápido. Entendo que eles [torcedores] estão chateados comigo e vou procurar voltar a boa fase rápido, mas também não estou de sacanagem”, disse.



Deixe seu comentário